<
>

Etiene Medeiros é superada no fim, fatura prata e não consegue bi nos 50m costas no Mundial

Etiene Medeiros conquistou a medalha de prata na final dos 50m costas no Mundial de Esportes Aquáticos em Gwangju, na Coreia do Sul, na manhã desta quinta-feira. A nadadora, que defendia o título, foi superada na reta final pela norte-americana Olivia Smoliga, que ficou com o ouro.

A brasileira fez o tempo de 27s44, superada pela rival com 27s33. O pódio foi completado pelo bronze da russa Daria Vaskina, que fez 27s41. A norte-americana Kathleen Baker, que também era apontada como uma das favoritas na disputa, foi apenas sexta, com 27s69.

Antes de Etiene, o Brasil ficou fora do pódio na prova mais nobre da natação. Na final dos 100m livre, o país estava representado por Marcelo Chierighini e Breno Correia, mas a dupla terminou apenas na quinta e oitava colocações, respectivamente, com os tempos de 47s93 e 48s90.

A medalha de ouro na prova ficou com o norte-americano Caeleb Dressel, que marcou 46s96. A prata foi do australiano Kyle Chalmers, com 47s08; e o bronze do russo Vladislav Grinev, 47s82.

Foi a primeira vez, ao menos, que o Brasil teve dois finalistas nos 100m livre em um Campeonato Mundial em dez anos. A última vez foi em 2009, com Cesar Cielo (ouro na ocasião) e Nicolas Oliveira.