<
>

Felipe Lima e João Gomes fazem história na final dos 50m peito e conquistam duas medalhas no Mundial

João Gomes e Felipe Lima comemoram medalhas na final dos 50m peito no Mundial de Gwangju, na Coreia do Sul Getty

Felipe Lima e João Gomes fizeram história na manhã desta quarta-feira, em Gwagju, na Coreia do Sul, no Mundial de Esportes Aquáticos. Pela primeira vez na história, o Brasil conseguiu duas medalhas em uma mesma prova da disputa, com a dupla levando, respectivamente, prata e bronze.

O ouro na final dos 50m peito foi do favorito britânico Adam Peaty, com o tempo de 26s06. Lima garantiu o segundo lugar mais alto do pódio com 26s66, segundo por João Gomes, com 26s69.

Foi a segunda vez seguida que o país emplacou dois nadadores na decisão dos 50m peito do Mundial, com a mesma dupla repetindo o feito de 2017, quando, em Budapeste, na Hungria, João Gomes ficou com a prata, e Lima foi quarto lugar – o ouro também acabou com Peaty.

Antes do início do Mundial, Lima já era um dos favoritos para a prova, com a liderança do ranking mundial, com o tempo de 26s33, marca superada, porém, por Peaty nas eliminatórias em Gwagju.

A um ano dos Jogos Olímpicos de Tóquio 2020, vale lembrar que a prova dos 50m peito não faz parte do programa olímpico, sendo disputada apenas em campeonatos mundiais.