<
>

Brasil fica apenas em sexto no revezamento 4×100 no Mundial

Medalha de ouro ficou com os Estados Unidos (Foto: Satiro Sodré/CBDA)

Neste domingo, o Brasil terminou apenas na sexta colocação na prova do revezamento 4×100 no Mundial de esportes aquáticos, que está sendo disputado em Gwangju, na Coreia do Sul.

Após faturar a medalha de prata em 2017, o time hoje formado por Marcelo Chierighini, Pedro Spajari, Bruno Fratus e Breno Correia fez o tempo de 3min11s99 para ficar com o sexto lugar. O ouro ficou com os Estados Unidos, com Rússia (prata) e Austrália (bronze) completando o pódio.

Marcelo Chierighini foi o primeiro a entrar na água pelo Brasil, em quarto. O segundo foi Pedro Spajari, que passou os 150m em terceiro e entregou em sexto (48s14) para Bruno Fratus. Ele, então, após ficar em terceiro, caiu para quinto com 47s78, e depois viu os EUA dispararem rumo a vitória com 3min09s06.

Com a classificação para a final, a equipe brasileira garante vaga nas Olimpíadas de Tóquio 2020. Os nomes, contudo, só serão definidos no ano que vem.