<
>

Trio de nadadores conquista medalhas no Mare Nostrum de Monaco

Três brasileiros conquistaram resultados importantíssimos no Mare Nostrum de Monaco, no último domingo, com quebras de recordes. Jhennifer Conceição, Felipe Lima e Bruno Fratus disputaram os 50 metros da competição: a primeira conquistou o segundo lugar, enquanto os outros dois foram os vencedores de suas respectivas provas.

Jheniffer Conceição ficou com o vice nos 50 metros peito com 30.42, novo recorde sul-americano que superou sua própria marca, 30.47 completos no Troféu Brasil. Esse tempo coloca a atleta como a quarta melhor do mundo em 2019. Neste pódio, porém, a russa Yuliya Efimova teve uma marca excelente de 30.04 e ficou com o ouro.

Felipe Lima, por sua vez, brilhou também na mesma modalidade, com 26.31, novo recorde das Américas e também a melhor do mundo e novo recorde do Mare Nostrum. Fechando o trio, Bruno Fratus venceu os 50 metros nado livre com 21.31, a melhor marca do mundo em 2019, que era dele mesmo anteriormente, 21.47 no Troféu Brasil. Assim como Lima, ele também quebrou o recorde da competição, que antes era de 21.58, do americano Cullen Jones (2009).

Para chegar até esses resultados, o trio precisou passar por uma série de etapas. No Mare Nostrum de Monaco, os 50 metros é disputado em cinco fases eliminatórias. Agora, continuando o giro pela Europa, o Brasil terá pela frente a segunda etapa da competição, em Canet, na França, com disputas na terça e quarta-feiras. Além deles, mais 16 nadadores estarão presentes.