<
>

MotoGP: Marc Márquez é liberado competir após nove meses 'no DM' e será novidade em Portimão

Ele está de volta. Após nove meses afastado das pistas em recuperação pela fratura de úmero no braço direito, Marc Márquez está liberado para retornar a competir na MotoGP.

Com a liberação, a tendência é de que o hexacampeão da categoria esteja de volta ao grid para o GP de Portugal, que acontece no próximo fim de semana, em Portimão, com a transmissão ao vivo e exclusiva na tela do FOX Sports.

A confirmação foi feita pela organização da categoria rainha da motovelocidade neste sábado (10) após anúncio da Repsol Honda Team, equipe do espanhol.

“Na revisão efetuada pela equipa médica do Hospital Ruber Internacional, quatro meses após a cirurgia, liderada pelos médicos Samuel Antuña e Ignacio Roger de Oña, e formados pelos doutores De Miguel, Ibarzabal e García Villanueva, por uma pseudoartrose infectada do úmero direito, encontrou-se um quadro clínico muito satisfatório, com evidente evolução no processo de consolidação óssea”, escreveu a Repsol Honda Team em comunicado.

“Na situação atual, Márquez pode retornar à competição, assumindo o risco razoável implícito em sua atividade esportiva”.

O espanhol também comemorou o retorno em suas redes sociais.

“Estou muito feliz! Visitei os médicos, e eles me deram luz verde para retornar à competição. Foram nove meses difíceis, com momentos de incertezas e altos e baixos, mas, agora, vou poder desfrutar da minha paixão novamente. Vejo vocês semana que vem em Portimão”, escreveu.

O hexacampeão da MotoGP sofreu uma fratura no úmero do braço direito após queda no GP da Andaluzia, ainda na abertura da temporada 2020, e ficou de fora de todo o resto do calendário, assim como nas duas provas de 2021, disputadas no Catar.