<
>

Malhadinho exalta legado e defende manutenção de Jon Jones como campeão do UFC

Jailton Malhadinho na pesagem oficial do UFC Charlotte, em maio de 2023 Amy Kaplan/Getty Images

Depois de sugerir que Jon Jones fosse destituído do posto de campeão linear do peso-pesado do UFC, Tom Aspinall ganhou o apoio de Daniel Cormier. No entanto, a visão da dupla parece não ser unânime dentro da comunidade do MMA. Após o próprio "Bones" rebater o pedido do prospecto inglês, agora foi a vez de Jailton "Malhadinho", 7º colocado no ranking da categoria, exaltar o legado do americano e defender sua manutenção como número um.

Em entrevista ao site MMA Junkie, o brasileiro exaltou o recente triunfo de Aspinal sobre Sergei Pavlovich mas ponderou que, no atual momento, não há comparativo entre ele e Jones nos quesitos legado e cartel dentro da modalidade.

Desta forma, "Malhadinho" defende que o americano permaneça como campeão mesmo lesionado e sem previsão exata de retorno ao octógono.

"Não, apesar do Aspinall ter lutado com o Pavlovich, acho que ele ainda não merece esse status de melhor da categoria. Não concordo com isso, até porque o Jon Jones tem um legado. Apesar dele estar machucado, ele consegue causar mais impacto machucado do que o Aspinall lutando. Jon Jones, para mim, é o melhor da atualidade. E o Aspinall é um cara que está chegando agora. Se comparar o cartel de Aspinall e Jones, é totalmente diferente. Então ele ainda não está com esse status de ser o número um do mundo ainda não", opinou o lutador da Bahia.

Luta dos sonhos

Um dos principais candidatos a liderar a categoria dos pesos-pesados no futuro, "Malhadinho" também é um fã declarado de Jon Jones.

Desde o início de sua trajetória no Ultimate, o brasileiro admitiu que gostaria de ter a oportunidade de dividir o octógono com seu ídolo pessoal.

O desejo, porém, pode não ser realizado a tempo, já que o americano está próximo de se aposentar.