<
>

Netto BJJ aposta em vitória contra Tsarukyan em revanche no UFC

Joaquim Silva, mais conhecido como ‘Neto BJJ’, lutador do UFC Chris Unger/Zuffa LLC via Getty Images

No último sábado (2), Joaquim Silva se recuperou da derrota sofrida em junho, vencendo uma das lutas mais importantes de sua carreira. No UFC Austin, evento realizado no Texas (EUA), o brasileiro protagonizou uma verdadeira batalha e superou Clay Guida por decisão unânime. Mas, mesmo feliz pelo resultado, ‘Netto BJJ’ não esqueceu Arman Tsarukyan, seu último algoz.

Na coletiva de imprensa pós-evento, Joaquim cravou que a história seria diferente se enfrentasse o armênio novamente tendo um camp completo. Na ocasião, o brasileiro aceitou substituir Renato ‘Moicano’ para encarar Tsarukyan próximo da luta e ficou impossibilitado de realizar um treinamento adequado.

No octógono, ‘Netto ‘BJJ’ até assustou o atleta em certo momento, mas não resistiu e acabou nocauteado no terceiro round. Confiante de que, preparado, é um lutador mais perigoso, Joaquim se mostra aberto a disputar uma revanche com o algoz no futuro.

“Quando eu aceitei a luta contra Tsarukyan, tinha quatro semanas e meia para treinar, mas ele treinou durante três meses para lutar com Moicano. Isso é passado. Agora, é um novo momento na minha vida, tive tempo para treinar para lutar com Guida. Estou muito animado e feliz. Procuro por caras diferentes na categoria. Se eu tiver tempo para treinar, tenho bom desempenho no octógono. Acho que venço. Agora, lutei com ele e conheço o jogo dele. Ele tem um ótimo cardio, um bom wrestling, uma boa trocação também, mas tenho um plano para ele“, declarou o lutador.

No MMA desde 2010, Joaquim Silva, de 34 anos, integra o peso-leve (70 kg) do UFC e busca regularidade na companhia. Ao longo dos anos, o brasileiro construiu um cartel composto por 13 vitórias, sendo dez pela via rápida (sete por nocaute e três por finalização), e cinco derrotas. Seus principais triunfos foram diante de Clay Guida, Jared Gordon e Reza Madadi.