<
>

Tsarukyan quer impedir revanche de Charles Do Bronx no UFC contra Makhachev

Arman Tsarukyan em foto oficial do UFC após vitória Mike Roach/Zuffa LLC

No UFC Austin, evento realizado no último sábado (2), no Texas (EUA), Arman Tsarukyan se firmou de vez na elite do peso-leve (70 kg). Na luta principal do show, o armênio nocauteou Beneil Dariush em pouco mais de um minuto e se aproximou de disputar o título da divisão. Disposto a acertar as contas com o campeão Islam Makhachev, o atleta faz campanha para impedir o title shot de Charles do Bronx.

Tsarukyan afirmou que fez mais por merecer a chance de disputar o cinturão dos leves do que o brasileiro. Vale pontuar que o ex-campeão da categoria, depois de perder para Makhachev, nocauteou Dariush no fim do round inicial e foi escalado pelo UFC para encarar o algoz novamente, em outubro, mas sofreu um corte no supercílio e saiu de cena. Em contrapartida, o armênio, vivendo grande fase no MMA, venceu três lutas seguidas, nocauteou ‘Benny’ de forma fulminante e deve integrar o top-5 da divisão.

“Claro, eu estava esperando o nocaute. Quando o UFC me deu essa luta, eu estava pensando, ‘Tenho que nocauteá-lo no primeiro round, desafiar Makhachev e conseguir a luta pelo título’. Charles nocauteou. Se eu vencer por decisão, como vou lutar pelo título? Eu o nocauteei mais rápido do que Charles e ele não me derrubou como fez com Charles. Tive um desempenho melhor do que Charles. Ele já teve a oportunidade, então é a minha hora agora“, declarou o lutador, na coletiva de imprensa pós-evento.

Arman Tsarukyan, de 26 anos, é um dos lutadores mais promissores do MMA atual. O atleta iniciou sua trajetória no esporte em 2015 e estreou na companhia em 2019. Nela, o armênio disputou dez lutas, venceu oito e perdeu duas vezes. Seus triunfos mais importantes foram sobre Beneil Dariush, Damir Ismagulov, Davi Ramos, Joel Álvarez e Olivier Aubin-Mercier.