<
>

Miesha Tate, ex-campeã do UFC, admite grande erro na carreira: 'Experimentei e não gostei'

Miesha Tate durante una de las dos peleas que sostuvo en 2021. Getty Images

Ex-campeã do peso-galo (61 kg) do UFC, Miesha Tate está de volta à categoria. Neste sábado (2), no Texas (EUA), a veterana enfrenta Julia Avila e se mostra não só empolgada, como também revigorada. Tudo porque, em sua última luta, realizada em julho de 2022, pelo peso-mosca (57 kg), a atleta perdeu sendo castigada por Lauren Murphy.

Ao relembrar tal combate no ‘media day’ do evento, que aconteceu na última quarta-feira (29), Miesha admitiu que sua experiência em descer do peso-galo para o peso-mosca foi um erro. A americana se arrependeu tanto, que bastou disputar uma luta para voltar à categoria que a consagrou no MMA. Agora, a veterana garante que vai apagar a impressão deixada no octógono em sua mais recente aparição e que seu retorno para a divisão será triunfal, mesmo aos 36 anos, ou seja, com uma idade avançada para competir.

“Eu meio que olho para a minha carreira como peso-galo e apenas digo, ‘Olha, o peso-mosca foi um erro’. Não saberia como me sairia a menos que tentasse. Experimentei e não gostei. Tive uma vitória muito dominante e uma decisão muito acirrada na minha segunda luta, em um main event de cinco rounds contra uma lutadora do top-5 (Ketlen Vieira), após cinco anos parada. Eu realmente acho que aquela luta poderia ter ido para qualquer uma. Ainda estou lá, competindo de perto com as melhores da categoria”, declarou a ex-campeã do UFC.

Registro de Miesha no MMA Miesha Tate, de 36 anos, é um dos pilares da consolidação do MMA feminino e um dos nomes mais populares do esporte. Além dos feitos que conquistou em sua carreira, ‘Cupcake’ também ficou conhecida por sua rivalidade com Ronda Rousey. A americana iniciou sua trajetória na modalidade em 2007 e foi campeã do Strikeforce e do UFC. Seu cartel é composto por 19 vitórias, sendo as principais sobre Holly Holm, Liz Carmouche, Marloes Coenen e Sara McMann, e nove derrotas.