<
>

UFC 270: Climão! Dana não coloca cinturão em Ngannou e não aparece em coletiva para se explicar

play
UFC 270: Ngannou vence Gane na luta agarrada, mantém cinturão e segue à espera de Jon Jones (0:43)

O camaronês segue como campeão da categoria e dá ao rival francês a sua primeira derrota em 11 combates no MMA profissional. (0:43)

Ngannou e Dana White vêm se estranhando há tempos - e briga ficou nítida no UFC 270


O clima entre Dana White e Francis Ngannou realmente não está nada bom! E, ao que pareceu, o chefão não gostou tanto assim da vitória do camaronês diante de Ciryl Gane no UFC 270 deste final de semana.

Um gesto chamou muito a atenção de todos: Dana White simplesmente não foi o responsável por afivelar o cinturão de campeão dos pesos pesados na cintura de Ngannou – um “trabalho” que é sempre feito por ele. Mick Maynard, vice-presidente de relações, foi o responsável por dar o título.

“Eu não sei (por que ele não colocou o cinturão em mim). Você tem que perguntar isso a ele. Eu não tenho nada a ver com isso. Foi decisão dele, eu também queria perguntar a ele”, disse Ngannou aos jornalistas.

Para “piorar” a situação, Dana White também não apareceu na coletiva de imprensa para conversar com os jornalistas, algo que nunca acontece em grandes eventos como o deste sábado.

“Ele não veio à coletiva de imprensa? Não sabia!”, disse Ngannou.

A relação entre Dana e Ngannou não é boa há algum tempo. E tudo por conta de dinheiro, é claro. O campeão começou a pedir publicamente por uma remuneração melhor, principalmente depois de ter uma “luta do século” cogitada contra Jon Jones. E passou a ouvir respostas duras do chefe.

Como forma de “retaliação”, Dana chegou a colocar o cinturão interino dos pesos pesados em jogo – Gane venceu Derrick Lewis nela, o que levou ao duelo pela unificação dos títulos no UFC 270.

“Não é só dinheiro. É uma parte disso, claro. Mas também por causa do contrato. Eu não sinto que é justo, não me sinto um homem livre. Não me sinto bem de estar nessa posição, mas acho que todos deveriam ter o direito de lutar pelo melhor para si mesmo. O mínimo que podemos ter é algo justo”, disse Ngannou.

play
0:14

UFC 270: O sentimento do predador! Ngannou deixa octógono com cinturão dos pesados ovacionado pela torcida; VEJA

Camaronês venceu Cyril Gane na unificação dos cinturões | via @espnmma

Veja abaixo todos os resultados do UFC 270:

Card Principal

Cinturão peso-pesado: Francis Ngannou venceu Ciryl Gane por decisão unânime
Cinturão peso-mosca: Deiveson Figueiredo venceu Brandon Moreno por decisão unânime
Peso meio-médio: Michel Pereira venceu André Fialho por decisão unânime
Peso-galo: Said Nurmagomedov venceu Cody Stamann por submissão no R1
Peso meio-médio: Michael Morales venceu Trevin Giles por nocaute no R1

play
0:48

UFC 270: Deiveson Figueiredo leva a melhor em 'bombardeio' contra Moreno, vence trilogia e recupera cinturão

Neste sábado, no UFC 270, o brasileiro levou a melhor em uma luta espetacular pelo título da divisão na trilogia contra o mexicano Brandon Moreno. Deiveson venceu por decisão unânime após 5 duros rounds.

Card Preliminar

Peso-galo: Victor Henry venceu Raoni Barcelos por decisão unânime
Peso meio-médio: Jack Della Maddalena venceu Pete Rodriguez por nocaute no R1
Peso-galo: Tony Gravely venceu Saimon Oliveira por decisão unânime
Peso-leve: Matt Frevola venceu Genaro Valdez por nocaute no R1
Peso-palha: Vanessa Demopoulos venceu Silvana Gomez Juarez por submissão no R1
Peso-mosca feminino: Jasmine Jasudavicius venceu Kay Hansen por decisão unânime