<
>

UFC 270: Deiveson revela principal ajuste que fez em seu jogo e quem foi o responsável por isso: 'Ele é f*** demais'

play
UFC 270: Deiveson Figueiredo leva a melhor em 'bombardeio' contra Moreno, vence trilogia e recupera cinturão (0:48)

Neste sábado, no UFC 270, o brasileiro levou a melhor em uma luta espetacular pelo título da divisão na trilogia contra o mexicano Brandon Moreno. Deiveson venceu por decisão unânime após 5 duros rounds. (0:48)

Deiveson mudou a forma de lutar e conseguiu vencer Moreno no terceiro encontro entre os dois


Um Deiveson Figueiredo bem diferente reconquistou o cinturão dos pesos moscas no UFC 270 neste sábado. O brasileiro corrigiu os erros que o fizeram perder para Brandon Moreno em junho do ano passado e conseguiu sua revanche seis meses depois.

Mas, afinal, qual foi o principal ajuste feito por Deiveson? E quem foi o responsável por isso? Ninguém melhor que o próprio campeão para responder a essas perguntas.

“Minha calma foi o que mais treinamos para mudar. Eu sempre entrava cheio de energia para acabar rápido a luta. Criamos um bloqueio nisso, me deixando mais calmo. E mais perigoso! Quando ele menos esperasse, eu ia atacar com violência. Nesses meses, consegui lapidar isso. E hoje conseguir colocar isso em prática”, disse Deiveson.

“O Capitão Eric Albarracin é o cara que ele mais deveria respeitar na minha equipe. É um cara que aprendi a respeitar, que trabalha incansavelmente. E foi o cabeça do meu plano de jogo! Até falei para o Henry (Cejudo) que nem aguentava mais ele! Mas parabéns, capitão, você é f*** demais!”, completou em outra resposta.

O curioso é que Eric Albarracin é o principal desafeto de Brandon Moreno. Pouco antes, o próprio mexicano disse que não respeitava o treinador por uma desavença que tiveram no passado.

Vale lembrar que Deiveson também mudou a sua vida antes da trilogia deste final de semana. Ele deixou a esposa e o filho no Pará e foi treinar nos Estados Unidos, com o próprio Eric Albarracin e também com Henry Cejudo, ex-campeão da categoria.

A ideia de Deiveson, inclusive, é se mudar com a família para terras americanas e continuar treinando por lá.

Veja abaixo todos os resultados do UFC 270:

Card Principal

Cinturão peso-pesado: Francis Ngannou venceu Ciryl Gane por decisão unânime
Cinturão peso-mosca: Deiveson Figueiredo venceu Brandon Moreno por decisão unânime
Peso meio-médio: Michel Pereira venceu André Fialho por decisão unânime
Peso-galo: Said Nurmagomedov venceu Cody Stamann por submissão no R1
Peso meio-médio: Michael Morales venceu Trevin Giles por nocaute no R1

Card Preliminar

Peso-galo: Victor Henry venceu Raoni Barcelos por decisão unânime
Peso meio-médio: Jack Della Maddalena venceu Pete Rodriguez por nocaute no R1
Peso-galo: Tony Gravely venceu Saimon Oliveira por decisão unânime
Peso-leve: Matt Frevola venceu Genaro Valdez por nocaute no R1
Peso-palha: Vanessa Demopoulos venceu Silvana Gomez Juarez por submissão no R1
Peso-mosca feminino: Jasmine Jasudavicius venceu Kay Hansen por decisão unânime

play
0:43

UFC 270: Ngannou vence Gane na luta agarrada, mantém cinturão e segue à espera de Jon Jones

O camaronês segue como campeão da categoria e dá ao rival francês a sua primeira derrota em 11 combates no MMA profissional.