<
>

Ciryl Gane elogia Ngannou e mostra humildade antes de duelo: 'Não sou o campeão'

Protagonista de uma rápida ascensão no UFC, Ciryl Gane está próximo de alcançar o lugar mais alto do peso-pesado.


Neste sábado (22), na Califórnia (EUA), o francês, detentor do cinturão interino, busca se tornar campeão linear da categoria ao enfrentar Francis Ngannou, atual líder dela e seu ex-parceiro de treino. Contudo, ‘Bon Gamin’ permanece com os pés no chão, mesmo estando invicto no MMA.

No ‘media day’ do UFC 270, realizado na última quarta-feira (19), Gane, que poderia adotar um tom mais desafiador e imponente, já que divide o topo do peso-pesado do UFC com Ngannou, optou por utilizar uma abordagem de luta respeitosa. Apesar de ser apontado como favorito por parte dos fãs para o aguardado duelo contra ‘The Predator’, ‘Bon Gamin’ minimiza tal status e ressalta que o campeão da categoria não é ele e sim seu adversário. Inclusive, o francês discordou de Dana White, líder da organização, que classificou o encontro como um embate entre força e técnica. De acordo com o atleta, há diversas qualidades tanto nele, quanto no camaronês.

“Sou o campeão interino, não sou o campeão. Não sou o melhor, não sou o cara mais malvado do mundo. Hoje, é Ngannou. Se eu quero ser esse cara, devo vencer Ngannou. Essa luta não é apenas o poder contra a técnica. Não é só poder que ele tem. Ele tem Q.I. de luta também, é técnico. Sou mais técnico que ele e tenho poder também. Este não é exatamente o poder contra a técnica, mas veremos”.

“Esta é uma nova era no UFC. Você tem caras como Aspinall, que é outro cara novo nesta divisão, somos um pouco diferentes. Acho que entendemos algo mais e é por isso que será diferente. Não é um desrespeito para Overeem ou Jairzinho, que são excelentes lutadores também, mas isso é realmente diferente”, declarou o campeão interino do UFC.

Ciryl Gane, de 31 anos, migrou para o MMA em 2018, um ano depois, chegou ao UFC e se tornou um dos principais nomes do peso-pesado. Pela organização, o francês passou por sete oponentes e seus maiores triunfos foram diante de Alexander Volkov, Derrick Lewis, Jairzinho Rozenstruik e Junior ‘Cigano’. Atualmente, ‘Bon Gamin’ está invicto no esporte, com dez vitórias, é campeão interino da categoria e se encontra na primeira posição no ranking da divisão, abaixo apenas de Francis Ngannou.