<
>

UFC: Gane minimiza polêmica por vídeo de treino e 'se rende' a Ngannou antes de luta: 'Até hoje, nunca vi ninguém tão poderoso'

Lutador francês encara o atual campeão linear dos pesados do UFC em 22 de janeiro, na Califórnia, nos EUA


A aguardada batalha entre Ciryl Gane e Francis Ngannou se aproxima e a tensão que envolve os protagonistas da ação cresce. No UFC 270, evento que acontece no dia 22 de janeiro, na Califórnia (EUA), o francês, detentor do cinturão interino do peso-pesado, vai desafiar o temido campeão linear da categoria, não esconde o respeito que possui pelo mesmo e, curiosamente, até o defende das críticas que recebe por parte dos fãs.

No passado, Gane e Ngannou, hoje rivais, foram parceiros de treino na academia MMA Factory, localizada em Paris (FRA), e tinham uma boa relação. Contudo, os atletas cresceram no peso-pesado do UFC, se tornaram grandes nomes da categoria e entraram em rota de colisão. Recentemente, a equipe de Bon Gamin divulgou um vídeo de um dos sparrings feitos pelos lutadores e, nele, o francês parecia levar vantagem diante de The Predator.

Ao tomar conhecimento da divulgação do vídeo, Ngannou criticou a tática adotada pelo time rival, mas informou que Gane sabe quem, de fato, apresentou desempenho superior nos treinos. Percebendo que o campeão do peso-pesado do UFC mostrou toda sua irritação, o francês, em entrevista ao site "La Sueur", tratou de minimizar a polêmica. Bon Gamin concordou que o clipe em questão o fez parecer ser melhor do que o atual adversário e admitiu que o mesmo também teve bons momentos nos sparrings que fizeram. Sobre a luta em si, o detentor do cinturão interino da categoria ignorou o ‘trash talk’ e elogiou o oponente, que conhece como poucos.

É verdade que naquele vídeo, não vou mentir, foi um sparring suave e pude desenvolver meu jogo com confiança. Houve outras sessões de sparring onde Ngannou tinha mais vantagem. Uma vez fui eu, outra vez foi ele. Dizer que ele estava muito à frente, não, não é necessariamente verdade. Mas é verdade que esse vídeo, em particular, me fez parecer bem. Você sabe que estamos entrando nessa luta com nossas próprias forças”, declarou Gane, antes de completar.

“Não estou aqui para tentar contrariar seus pontos fortes. Não quero tentar ser mais forte do que ele. Até hoje, nunca vi ninguém tão poderoso, tão atlético e com tamanho poder de nocaute. Nunca vi isso. Em termos de força, Ngannou pode ser o cara mais impressionante da história do UFC. Não vou tentar me tornar mais forte do que ele em três meses. Não faria sentido”, concluiu.

Ciryl Gane, de 31 anos, migrou para o MMA em 2018, um ano depois, chegou ao UFC e se tornou um dos principais nomes do peso-pesado. Pela organização, o francês passou por sete oponentes e seus maiores triunfos foram diante de Alexander Volkov, Derrick Lewis, Jairzinho Rozenstruik e Junior Cigano. Atualmente, Bon Gamin está invicto no esporte, com dez vitórias, é campeão interino da categoria e se encontra na primeira posição no ranking da divisão, abaixo apenas de Francis Ngannou.