<
>

Atleta do UFC é preso acusado de dirigir embriagado uma semana antes de sua luta

Geoff Neal foi preso por dirigir embriagado em 25 de novembro


Integrante dos meio-médios (77 kg) do UFC, Geoff Neal é mais um lutador que integra o time de profissionais que apresentou problemas com a lei na temporada 2021. No dia de ‘Ação de Graças’, que aconteceu em 25 de novembro, o atleta, que estava no Texas (EUA), passou parte dele atrás das grades por suspeita de dirigir embriagado e pela acusação de porte de arma ilegal. A informação foi divulgada pelo site ‘MMA Junkie’.

De acordo com o registro do Departamento do Xerife do Condado de Collin, a prisão de Neal aconteceu às 3h47 da manhã. No entanto, o americano foi liberado às 20h08 após pagar a fiança no valor de mil dólares (cerca de R$ 5,66 mil). Pela acusação de dirigir embriagado com um nível de álcool no sangue abaixo de 0,15, o atleta pode pegar até 180 dias de prisão, enquanto que a acusação de porte ilegal de arma pode representar uma pena de até um ano de prisão ou multa de quatro mil dólares (cerca de R$ 23 mil). Vale destacar que, no Texas, é ilegal possuir arma de fogo enquanto uma pessoa, supostamente, comete outro crime, mesmo que o objeto seja legalmente licenciado.

Curiosamente, Geoff Neal se colocou em situação delicada em âmbito pessoal, próximo de realizar um combate de extrema importância para sua carreira no MMA. No UFC 269, último evento numerado da organização na temporada 2021 e que será realizado no dia 11 de dezembro, em Las Vegas (EUA), o americano vai enfrentar Santiago Ponzinibbio, em duelo que deve mexer no ranking dos meio-médios (77 kg).