<
>

Ex-desafiante ao título de Amanda Nunes anuncia aposentadoria do MMA

O peso-pena (66 kg) do UFC é uma categoria que sofre com a baixa quantidade de lutadoras e, agora, tem um enorme desfalque. Na última quinta-feira (2), a canadense Felicia Spencer, ex-desafiante ao título da divisão dominada por Amanda Nunes, surpreendeu e anunciou sua aposentadoria do MMA.

Em entrevista ao site ‘Fight Bananas’, Felicia citou a saúde mental como principal motivo para dar adeus ao MMA. Apesar de ser uma atleta de bom nível e a posição de desafiante ao título do peso-pena do UFC comprova seu valor, a canadense costuma sofrer uma quantidade de danos preocupante quando atua, principalmente, nos duelos contra Amanda Nunes e Cris ‘Cyborg’.

Nos embates em questão, Felicia foi dominada e castigada pelas lendas brasileiras. Vale destacar que, mesmo sofrendo no octógono, a atleta mostrou garra e foi até o fim, levando os combates para a decisão dos juízes. Além disso, a rotina incessante de treinamento e a dieta também mexem com o psicológico dos lutadores e com ‘Feenom’ não é diferente. Sendo assim, a canadense optou por se aposentar do MMA, antes que o esporte prejudique seu futuro fora das lutas.

“Decidi parar de buscar esta oportunidade e não tenho intenção de continuar lutando. Me senti tão bem como nunca, antes na minha última luta e sei que poderia ter mais apresentações excelentes. Mas, depois de 18 lutas, incluindo algumas guerras, sei em meu coração para minha futura saúde mental que eu não deveria estar mais nessas guerras".

"No jogo de luta, isso não é garantido e já mostrei que não vou desistir no octógono, então preciso me proteger simplesmente não entrando lá. Estou pensando em mim e na minha família daqui a 25 anos. A saúde mental é uma consideração importante na minha família”, explicou a agora ex-lutadora.

Felicia Spencer, de 31 anos, iniciou sua trajetória no MMA em 2015 e colocou um ponto final nela em 2021. No esporte, a canadense disputou 12 lutas, venceu nove e perdeu três vezes. Seu triunfo mais importante no esporte foi diante de Megan Anderson e suas principais realizações foram a conquista do título do peso-pena do Invicta FC e a disputa pelo título da mesma categoria no UFC.