<
>

Veja como luta de Canelo Alvarez no boxe deixou UFC 268 para trás em vendas de pay-per-view

play
Que energia! Aos 55 anos, Mike Tyson dá show em treinamento e mostra que segue em grande forma (0:11)

Assista às melhores lutas de boxe pela ESPN no Star+ (0:11)

No último dia 6 de novembro, os dois eventos agitaram o mundo das lutas, mas pugilista mexicano foi mais bem-sucedido em vendas de pay-per-view do que o UFC 268, que colocou frente a frente Kamaru Usman e Colby Covington


No último dia 6 de novembro, dois eventos agitaram o mundo das artes marciais. Em Las Vegas (EUA), Canelo Alvarez nocauteou Caleb Plant para conquistar o cinturão da Federação Internacional de Boxe (IBF) na divisão dos super-pesos-médios (76 kg). Do outro lado do país, em Nova Iorque (EUA), o Ultimate realizava um evento grandioso com duas disputas de cinturão. Passados os shows, a dúvida foi levantada: qual deles teria chamado mais a atenção do público?

De acordo com o "Sports Business Journal", o evento liderado pelo pugilista mexicano foi o grande destaque. Canelo, que neste show alcançou um feito histórico ao se tornar campeão mundial indiscutível das quatro maiores entidades do boxe – IBF, WBC (Conselho Mundial de Boxe), WBO (Organização Mundial de Boxe), WBA (Associação Mundial de Boxe) – vendeu cerca de 800 mil pacotes de pay-per-view.

Por sua vez, o Ultimate contava com a rivalidade aflorada entre Kamaru Usman e Colby Covington, que encabeçaram a edição em disputa do cinturão dos meio-médios (77 kg) da liga, para bater de frente com o show da nobre arte. A publicação indicou que o UFC 268 teve cerca de 700 mil pacotes de pay-per-view vendidos.

Neste evento, o nigeriano superou o rival por decisão dos jurados e manteve seu título, além de Rose Namajunas, também por pontos, ter mantido sua coroa no peso-palha (52 kg) ao vencer Zhang Weili.