<
>

Adesanya surpreende e revela que conselho deu para que Borrachinha seja mais perigoso no UFC

play
'O UFC não deu escolha': desafiante ao cinturão acusa Usman de fugir da revanche e desabafa (0:53)

Colby Covington disputa o cinturão dos meio-médios contra Kamaru Usman no UFC 268 em 6 de novembro (0:53)

Israel Adesanya aconselhou Paulo Borrachinha a trocar de equipe para evoluir no UFC


A rivalidade entre Israel Adesanya e Paulo Costa proporcionou momentos cômicos e lamentáveis dentro e fora do octógono, mas não impediu o campeão do peso-médio (84 kg) do UFC de se preocupar com o desafeto. Após a luta que ocorreu em setembro de 2020, em Abu Dhabi (EAU), que terminou com vitória do número um da categoria por nocaute, o mesmo revelou que aconselhou ‘Borrachinha’ com o intuito de ajudá-lo a evoluir.

Em seu canal oficial no ‘YouTube’, Adesanya ressaltou que o brasileiro deve se transformar em um lutador mais perigoso no UFC, caso decida trocar de equipe. Vale pontuar que, apesar do clima ruim entre os atletas, o campeão do peso-médio da companhia, constantemente, admite que ‘Borrachinha’ tem qualidade na trocação e destaca sua agressividade.

No entanto, para se tornar uma maior ameaça no esporte, ‘The Last Stylebender’ avaliou que o mineiro precisa deixar de ser a principal estrela de sua academia, na qual possui privilégios, porque, geralmente, os profissionais crescem nos momentos de dor e não com a presença de bajuladores.

“Eu enviei uma mensagem para ele após a última luta, dizendo que ele deveria apenas trocar de equipe. Ele tinha muitas pessoas o elogiando, ou deveria assumir o controle de sua equipe e perceber que precisa estar entre pessoas que são melhores do que ele, não ser o cara que está comandando o show. Não sinto que esse seja o objetivo”, comentou Adesanya.

Atualmente, Paulo ‘Borrachinha’ se prepara para encarar Marvin Vettori no UFC Vegas 41, evento que acontece neste sábado (23), em Las Vegas (EUA). Inclusive, o embate é de extrema importância para o peso-médio, já que o vencedor ficará próximo de disputar o título da categoria pela segunda vez. Anteriormente, o brasileiro e o italiano alcançaram tal status, mas foram derrotados por Israel Adesanya.