<
>

UFC: Carlos 'Boi' exalta papel da equipe na condução de sua carreira e revela seu próximo alvo

play
UFC: Thiago Marreta e Johnny Walker fazem confronto brasileiro nos meio-pesados e veterano leva a melhor; veja como foi (0:38)

Por decisão unânime, Marreta foi o vencedor (0:38)

Carlos Felipe 'Boi' vai encarar Andrei Arlovski, ex-campeão dos pesados


Neste sábado (16), Carlos Felipe ‘Boi’ encara o ex-campeão dos pesos-pesados Andrei Arlovski, pelo co-main event do UFC Vegas 40. O duelo contra o veterano foi um pedido do próprio brasileiro, que, logo após sua última apresentação, em maio deste ano, desafiou o bielorrusso e foi atendido pela organização.

A ousada tática de indicar alvos específicos para desafiar, prática pouco usual entre atletas ainda no início de suas trajetórias no principal evento de MMA do mundo, como no caso do baiano, tem sido adotada por ‘Boi’ desde sua chegada ao UFC, e começa a render frutos ao peso-pesado, que, inclusive, deve manter a mesma estratégia após o compromisso deste sábado. Em entrevista exclusiva à reportagem, ‘Boi’ revelou que pretende desafiar o búlgaro Blagoy Ivanov – 13º colocado no ranking dos pesos-pesados – em caso de vitória sobre Arlovski.

O baiano ainda fez questão de exaltar o auxílio da sua equipe e do seu empresário no estudo preliminar feito para decidir o próximo alvo a ser desafiado. De acordo com o peso-pesado, esta ajuda é fundamental para que ele esteja antenado com a realidade atual da categoria e, com isso, consiga optar por rivais acessíveis e compatíveis com seu momento na liga, evitando gastar sua ‘artilharia’ desafiando oponentes inalcançáveis, ao menos neste instante.

“Acho que pelo fato da galera da minha equipe ser todo mundo psicopata por MMA, viciado, saber de tudo. Então, a gente sempre estuda muito os adversários, a gente estuda a divisão toda. Tem um estudo. A gente sempre vai para a luta com um nome pronto para pedir. Porque não adianta só você pedir, você tem que saber pedir e por que. Por exemplo, eu ganhando essa luta (contra o Arlovski), não faz sentido nenhum eu desafiar um Curtis Blaydes. Tem que ser dentro da realidade do momento”, explicou Carlos ‘Boi’, antes de completar.

“Você só consegue ter esse feeling estudando a categoria, vendo quem está com luta marcada. Por exemplo, meu empresário, Leo Pateira, tem uma caderneta com todos os nomes da categoria, quem está com luta marcada, quem não está, um nome favorável para mim. É muito estudo mesmo. Não sou só eu. Na verdade, é mais minha equipe do que eu”, contou o peso-pesado, que, ao ser questionado sobre o próximo rival a ser desafiado por ele, não escondeu o jogo: “Já tem um nome na mira (risos). (Blagoy) Ivanov”.

No MMA profissional desde 2014, Carlos ‘Boi’ soma, até o momento, 11 vitórias e apenas uma derrota em seu cartel. O único revés de sua carreira ocorreu justamente em sua estreia pelo UFC, em julho de 2020, para Sergey Spivak, na decisão majoritária dos juízes. Desde então, o peso-pesado se recuperou e engatou uma sequência de três triunfos sobre Jake Collier, Justin Tafa e Yorgan de Castro, todos eles por pontos.