<
>

Jon Jones fala em 'coração partido' e desabafa após suspensão de academia: 'Dói perder o apoio de quem respeito tanto'

play
UFC: Jon Jones afirma que vai 'deixar o álcool no passado para sempre' após prisão por violência doméstica (0:09)

Via: IG @jonnybones | Ex-campeão dos pesos meio-pesados foi acusado de agredir a esposa em Las Vegas (0:09)

Jon Jones foi afastado da academia em que treinou quase toda sua vida por conta das últimas polêmicas em que se envolveu


Nesta terça-feira, Jon Jones foi afastado da Jackson Wink MMA Academy, local que treinou quase tod ausa vida, pelo técnico Mike Winkeljohn. O motivo foi a mais nova polêmica em que o astro do UFC se envolveu ao ser preso acusado de violência domestica, agressão e violação de veículo da polícia, em setembro.

Através de suas redes sociais, Jones se pronunciou sobre o capo e falou em "coração partido" e fez um desabafo.

"Tive uma conversa de partir o coração pelo telefone com um dos meus técnicos mais antigos ontem à noite. Realmente dói perder o apoio de alguém que respeito tanto. Meu mais sincero obrigado ao resto dos técnicos que seguem comigo na luta. Nossa jornada continua...", disse o americano em um tweet que foi posteriormente apagado.

"Eu tenho o amor, o apoio e o perdão da minha linda esposa e da minha família. De uma maneira estranha, os assuntos pessoais que estamos lidando recentemente como uma família apenas temnos feito mais forte", prosseguiu em outro tweet que foi deletado.

Em entrevista ao programa The MMA Hour, o treinador e co-fundador da equipe de MMA informou que Jones só poderá voltar ao time depois que acertar sua vida pessoal e solucionar seu problema com o álcool. Vale lembrar que o próprio atleta reconheceu seu vício e prometeu parar de beber. Caso Bones não consiga se afastar das polêmicas, o profissional garantiu que o mesmo não terá permissão para voltar a treinar na academia.

A polêmica atual é apenas mais uma em uma grande lista de episódios na carreira de Jon Jones. Em 2015, a polícia de Albuquerque (EUA), informou que Jones ultrapassou um sinal vermelho, bateu seu carro no veículo de uma mulher grávida e teria fugido a pé do local, sem prestar socorro, deixando a mesma ferida. Após a inspeção, os policiais encontraram um cachimbo com maconha dentro do carro do lutador.

Em 2019, Bones foi acusado de agressão por uma garçonete de um clube para adultos. A funcionária alegou que o atleta lhe deu um tapa, a colocou em um estrangulamento, beijou seu pescoço e tocou suas partes íntimas sem a permissão. A estrela também possui histórico com utilização de armas de fogo, drogas e substâncias proibidas.