<
>

Anderson Silva diz que lutará jiu-jitsu 'em breve' e revela 'último objetivo' da carreira

play
Jake Paul se diz fã de Anderson Silva, mas não pensa em lutar contra a lenda brasileira: 'Aí que é um problema' (1:26)

'Não quero que pareça com Belfort x Holyfield', explicou Paul | CLIQUE AQUI e assista ao SportsCenter AO VIVO pela ESPN no Star+ (1:26)

Depois de brilhar no mundo do MMA e se tornar uma lenda das artes marciais mistas, Anderson Silva, aos 46 anos de idade, migrou para o boxe profissional e tem feito um excelente papel. Em sua estreia na modalidade, venceu o ex-campeão Julio César Chávez Jr. Na segunda luta, nocateuou Tito Ortiz.

Agora, o Spider mira um novo esporte: o jiu-jitsu.

Em entrevista ao programa The MMA Hour, do MMA Fighting, Anderson Silva comentou que está "mais feliz do que nunca" e traçou seus planos futuros.

"É difícil falar sobre o UFC, não tenho nada de ruim para falar sobre eles. Tudo que eu fiz dentro do UFC foi bom para mim e para eles. A companhia fez o MMA gigante dentro do mundo, não estou tentando diminuir e dizer que eu sou o melhor, mas esse esporte (boxe) está em outro nível. Estou muito feliz porque, no momento, faço tudo que gosto de fazer. Luto boxe porque é meu treinamento. Em breve vou lutar jiu-jitsu", revelou.

Perguntado sobre quando a luta na nova arte marcial aconteceria, Anderson não cravou uma data, mas demonstrou seus planos.

"Não sei, falei com meu técnico Ramon e estarei liberado em 3 ou 4 semanas. Então, vou ao Brasil treinar jiu-jitsu e vamos ver, não sei. Estou esperando por uma boa oportunidade no melhor momento, mas, com certeza, lutarei jiu-jitsu", declarou.

Por fim, Anderson revelou qual o seu "último objetivo" na carreira: lutar muay-thai na Tailândia.

"eu último objetivo é ir para a Tailândia e lutar muay-thai nesse alto nível. Quero continuar trabalhando, passo a passo, não tenho muita pressão nas costas e quero continuar aproveitando minha vida", finalizou.