<
>

UFC: Valentina Shevchenko revela qual é seu principal objetivo

play
UFC: Volkanovski 'sobrevive' a 3 finalizações, 'amassa' Ortega e mantém cinturão em luta completamente insana; VEJA (0:43)

Volkanovski e Ortega fizeram uma das lutas mais incríveis do ano e, talvez, da história do UFC (0:43)

A cada defesa de título bem-sucedida, Valentina Shevchenko prova que está em um nível acima de suas rivais de divisão. No último sábado (25), a campeã peso-mosca (57 kg) protagonizou mais uma atuação impecável e superou, com relativa tranquilidade, a americana Lauren Murphy, no co-main event do UFC 266, em Las Vegas (EUA), deixando-a cada vez mais próxima de seu principal objetivo.

Na entrevista coletiva pós-show, a lutadora do Quirguistão explicou que, além das vitórias, sua principal preocupação é com a forma como elas são conquistadas. De acordo com a campeã, seu foco na carreira é tornar-se “intocável”, fazendo com que suas adversárias, mesmo as mais duras e qualificadas, se sintam impotentes diante de suas habilidades, a ponto de não conseguirem sequer ameaçá-la durante a luta.

“Lauren (Murphy), ela é uma oponente difícil. Ele é física e muito forte, mas eu queria jogar o meu jogo. Meu objetivo principal como uma artista marcial é alcançar o nível no qual suas oponentes, quando elas lutam entre si, elas parecem violentas, poderosas, muito fortes. Mas quando elas lutam comigo, é tipo, elas não podem encostar em você, mas você pode finalizá-las. É meio o que eu quero ser como uma artista marcial: intocável. Isso é um novo patamar para um artista marcial”, declarou Valentina.

Atualmente, Valentina Shevchenko é considerada por muitos como a campeã mais dominante do UFC. A lutadora do Quirguistão conquistou o cinturão peso-mosca da organização em dezembro de 2018, em confronto contra a polonesa Joanna Jedrzejczyk, e, desde então, já defendeu seu título em seis oportunidades, diante das desafiantes Jessica Eye, Liz Carmouche, Katlyn Chookagian, Jennifer Maia, Jéssica ‘Bate-Estaca’ e Lauren Murphy, respectivamente.