<
>

Robbie Lawler descarta aposentadoria após duelo contra Nick Diaz no UFC 266

play
Jake Paul diz que Belfort está 'desesperado por atenção' e descarta luta: 'Está velho e acabado' (1:28)

'Vitor Belfort está implorando para lutar comigo desde 2017', disse Jake Paul | CLIQUE AQUI e assista ao SportsCenter AO VIVO pela ESPN no Star+ (1:28)

Mesmo já com a idade avançada e um extenso currículo de batalhas travadas no MMA, Robbie Lawler sequer cogita uma data limite para encerrar sua carreira. Neste sábado (25), o ex-campeão dos meio-médios (77 kg) subirá mais uma vez no octógono do UFC com a certeza de que, independentemente do resultado final de sua luta, continuará em atividade no esporte em que atua profissionalmente há mais de duas décadas.

Escalado para enfrentar o também veterano Nick Diaz, em combate válido pelo card principal do UFC 266, em Las Vegas (EUA), Lawler, de 39 anos, descartou – em entrevista ao site ‘TMZ Sports’ – qualquer possibilidade de se aposentar após o evento. Apesar de condicionar sua presença no octógono a desafios que o intriguem de alguma forma, como a revanche contra Diaz neste sábado, o americano reforçou seu desejo de continuar em atividade enquanto seu corpo e sua mente estiverem respondendo adequadamente.

“Não, não é possível (que essa seja minha última luta). Eu tenho feito isso há muito tempo, meu corpo se sente bem. É apenas esperar por boas lutas que me empolguem, e essa é uma dessas lutas. Nick Diaz é um grande nome e esse vai ser um grande evento”, descartou Robbie, antes de negar ter planos ou uma data específica para sua aposentadoria do MMA.

“Eu não tenho ideia (de quando vou me aposentar). Enquanto meu corpo se sentir bem e eu ainda amar o que estou fazendo, e eu possa continuar treinando com esses caras e segurar a onda, e eu estiver curtindo o que estou fazendo. Se todas essas coisas estiverem clicando, então eu vou estar lutando. Mas você nunca sabe, as coisas mudam rapidamente. Mas eu me sinto bem. Meu corpo se sente bem, minha mente está boa, então eu vou continuar”, finalizou o veterano.

No MMA profissional desde 2001, Robbie Lawler disputou até o momento 44 lutas, tendo vencido 28 combates e perdido 15, além de somar um ‘no contest’ (duelo sem resultado) em seu cartel. O americano teve como auge de sua carreira a conquista do cinturão dos meio-médios do UFC, em dezembro de 2014, reinando na categoria até julho de 2016, quando foi destronado por Tyron Woodley.