<
>

UFC: Anthony Smith projeta vitória imponente sobre Spann para ter revanche contra Rakic

Na sexta colocação do ranking dos meio-pesados (93 kg) do Ultimate, Anthony Smith tem pela frente uma oportunidade de voltar a integrar o top 5 da categoria. Neste sábado (18), o americano enfrenta o compatriota Ryan Spann, na luta principal do UFC Vegas 37. Depois de afastar a má fase, após duas derrotas seguidas pela organização, e reencontrar o caminho das vitórias, o lutador deixou bem claro seu novo objetivo.

O Bellator 266 tem transmissão AO VIVO pela ESPN no Star+ neste sábado, a partir das 20h (Brasília).

Em media day realizado na última quarta e que teve a presença da reportagem da Ag. Fight, Smith afirmou que seu desejo e o de subir colocações no ranking. Para isso, o ‘Lionheart’ revelou sua meta de fazer uma grande apresentação para poder desafiar Aleksandar Rakic, seu último algoz no UFC, e que ocupa o terceiro posto no ranking.

“Acho que depois dessa luta, se eu entrar e tiver uma atuação dominante, não terei mais que defender minha posição e posso voltar a subir (no ranking). É por isso que a luta com Rakic ​​faz sentido para mim. Eu tenho que subir. O Thiago (‘Marreta’) já tem luta pela frente; Jiri (Prochazka) tem a chance pelo título para lutar contra o vencedor (de Jan Blachowicz vs Glover Teixeira); Reyes vem de três derrotas – não acho que isso faça sentido para mim. Há apenas Rakic ​​lá e esse é o cara que faz sentido para mim”, explicou.

No entanto, Smith pode ter um empecilho para seu objetivo. Além de precisar passar por Spann, o ex-desafiante ao título da categoria tem a boa fase de Rakic como algo que pode atrapalhar seus planos. Recentemente, o austríaco, que acumula dois triunfos seguidos, já adiantou seu desejo de lutar pelo cinturão.

“Eu sei que ele quer esperar pela luta pelo título, mas não acho que isso faça sentido. Ele não teve nenhuma performance dominante. Ele fez o suficiente para vencer, que é essencialmente o que você tem que fazer. Mas ele não está impressionando ninguém e o UFC não está implorando para que ele lute pelo título”, concluiu.

No MMA profissional desde 2008, Anthony Smith acumula 35 vitórias e 16 derrotas na carreira. O atleta de 32 anos disputou o cinturão dos meio-pesados em março de 2019, quando saiu derrotado pelo então campeão Jon Jones, por decisão unânime dos jurados. Em sua última atuação, o americano finalizou Jimmy Crute, em abril deste ano, e voltou a reencontrar as vitórias, após dois reveses seguidos.