<
>

Ex-campeão interino dos meio-médios UFC, Carlos Condit se aposenta do MMA

Depois de Joseph Benavidez anunciar sua aposentadoria, outro importante nome do plantel do UFC decidiu pendurar as luvas. Aos 37 anos, Carlos Condit – ex-campeão interino do peso-meio-médio (77 kg) – se aposentou após quase duas décadas de serviços prestados ao MMA profissional. A notícia foi confirmada pelo empresário do americano, Malki Kawa, ao site ‘MMA Fighting’.

Condit deixa o esporte com um cartel de 32 vitórias, 28 delas pela via rápida, e 14 derrotas. No seu auge, o americano se sagrou campeão da divisão dos meio-médios no extinto evento ‘WEC’ e, após três defesas de título, se transferiu para o UFC, onde confirmaria a boa fase, chegando à conquista do cinturão interino da categoria, em fevereiro de 2012, com um triunfo sobre Nick Diaz.

Porém, nove meses depois, Condit não foi páreo para o então campeão linear, o canadense Georges St-Pierre, e perdeu a chance de unificar o título da categoria. O ‘Natural Born Killer’, como ficou conhecido, ainda teria mais uma oportunidade de lutar pelo cinturão dos meio-médios do UFC em 2016, mas, desta vez, acabou superado por Robbie Lawler, em decisão dividida dos juízes.

Nos últimos anos de sua carreira, já com o declínio de performance comum em atletas veteranos, Condit acumulou resultados negativos na maioria de seus combates disputados, tendo vencido apenas dois adversários nos últimos cinco anos: Court McGee e Matt Brown, ambos por pontos.

Apesar do histórico negativo em seus mais recentes confrontos e de nunca ter conseguido conquistar o cinturão linear do UFC, Carlos Condit se aposenta do MMA profissional sendo aclamado como um dos melhores meio-médios de sua geração, além de ser considerado como um dos mais empolgantes lutadores da história do esporte.