<
>

Hebert Conceição deixa futuro no boxe em aberto, mas descarta encarar youtubers

play
Jake Paul diz que Belfort está 'desesperado por atenção' e descarta luta: 'Está velho e acabado' (1:28)

'Vitor Belfort está implorando para lutar comigo desde 2017', disse Jake Paul | CLIQUE AQUI e assista ao SportsCenter AO VIVO pela ESPN no Star+ (1:28)

Depois de conquistar a medalha de ouro no boxe na Olimpíada de Tóquio (JAP), Hebert Conceição tem um leque de opções para o seu futuro na modalidade. Seguir na carreira olímpica de olho nos Jogos em Paris, em 2024, ou repetir os passos do seu conterrâneo e também campeão olímpico no esporte, Robson Conceição, e migrar para o pugilismo profissional são as pautas que o lutador tem sobre a mesa. Mas engana-se quem pensa que o jovem tem pressa para escolher o próximo passo a dar.

Em entrevista exclusiva à reportagem, o pugilista destacou que, por conta da visibilidade conquistada com a vitória nas Olimpíadas, os holofotes da modalidade estão voltados para ele e, por isso, algumas sondagens já ocorreram. Hebert adiantou o desejo de competir como profissional, mas pregou cautela sobre a decisão.

“Tenho o plano de lutar boxe profissional um dia. Não vou dizer que por agora, porque não tenho uma decisão tomada. Preciso fazer contas do que é mais vantajoso para mim. Agora quero desfrutar a minha medalha. Espero tomar essa decisão daqui a alguns meses. Chegaram algumas propostas, mas preciso ver o que é melhor”, disse o brasileiro, que venceu o ucraniano Oleksandr Khyzhniak, na final dos Jogos, antes de concluir.

“Números concretos ainda não chegaram, mas apareceram sondagens, promotores demonstrando interesse, perguntando o que eu preciso. Estou tranquilo. Tenho que ver com o Comitê (Brasileiro de Boxe) o que tem para mim também, porque tenho contrato com eles e também me mandaram propostas para me manter no boxe olímpico. Então tenho que fazer as contas e ver o que é o melhor para meu futuro. É uma decisão que muda a minha vida, então tem que ser calculada”, completou o atleta de 23 anos.

Embora ainda não tenha escolhido qual rumo tomar, uma certeza Conceição já tem: não pretende fazer lutas contra youtubers ou outras celebridades no boxe. O competidor afirmou que tem consciência que essa é uma nova tendência no esporte e não recriminou quem faça, mas revelou que, por ora, tem outros objetivos para a sua carreira.