<
>

Antigo rival, Weidman manda recado para Belfort após nocaute aplicado em Holyfield no boxe

play
Vitor Belfort 'destrói' Evander Holyfield e vence lenda do boxe com nocaute no 1º round (1:07)

Belfort segue com 100% de aproveitamento no boxe profissional | CLIQUE AQUI e assista ao SportsCenter AO VIVO pela ESPN no Star+ (1:07)

O triunfo de Vitor Belfort sobre Evander Holyfield segue dando o que falar. No último sábado (11), na Flórida (EUA), ‘The Phenom’ não teve qualquer dificuldade para nocautear o ícone do boxe, no ‘Triller Fight Club Legendes II’. Parte da comunidade dos esportes de combate sinalizou que o duelo não deveria ter acontecido por causa da idade avançada do americano, já outra parcela dos fãs e demais lutadores defendeu o brasileiro, que fez sua parte no ringue. Dessa forma, Chris Weidman integra o segundo grupo.

Em suas redes sociais (veja abaixo ou clique aqui), o ex-campeão do peso-médio (84 kg) do UFC parabenizou Belfort pela performance dominante diante de Holyfield, já que a última vez que o mesmo lutou foi em 2018, quando ainda integrava a maior organização de MMA do mundo.

A curiosidade é que os atletas já foram rivais e até se enfrentaram, em 2015. Na ocasião, Weidman suportou a blitz inicial aplicada por Belfort e, como era campeão do peso-médio, defendeu o título pela terceira vez ao nocautear o brasileiro. Vale lembrar que essa foi sua última defesa de cinturão. De qualquer forma, o americano não se deixou influenciar pela animosidade do passado na hora de avaliar a atuação de ‘The Phenom’.

“Feliz por Vitor, mas é uma m**** ver Holyfield desse jeito”, escreveu o ex-campeão do UFC em sua conta oficial no ‘Twitter’.

Vitor Belfort, de 44 anos, é um grande nome dos esportes de combate e se destaca pelo boxe e jiu-jitsu de alto nível. ‘The Phenom’ iniciou sua trajetória no MMA em 1996 e realizou sua última luta em 2018. Pelo UFC, o brasileiro conquistou o torneio do peso-pesado e se tornou campeão dos meio-pesados (93 kg). Seus principais triunfos foram sobre Anthony Johnson, Dan Henderson (duas vezes), Luke Rockhold, Michael Bisping, Randy Couture, Rich Franklin, Tank Abbott e Wanderlei Silva.