<
>

Bellator 263: Quem é AJ McKee, o garoto que era acordado pelo pai com mata-leão e sonha em ser o Mayweather do MMA

play
Patrício Pitbull responde Snoop Dogg, provoca e ainda desafia rapper: 'Se acertar um soco, será o primeiro sucesso em 15 anos' (0:48)

Brasileiro mandou o recado nas redes sociais em tom de ameaça (0:48)

AJ McKee faz uma luta histórica contra Patrício Pitbull neste sábado, às 23h (Brasília), com transmissão do Fox Sports, pelo cinturão do peso pena no Bellator 263 e o título do GP da divisão, que dá a seu vencedor o prêmio de US$ 1 milhão (R$ 5,2 milhões).

O brasileiro é dono dos cinturões dos penas e leves na organização, bem como é o número 1 do ranking pound for pound. Não é à toa que Pitbull é considerado o maior lutador da história do Bellator. E neste sábado ele talvez esteja diante de seu maior desafio.

McKee tem 17 lutas no MMA, todas no Bellator, e 17 vitórias. Aos 26 anos, ele é tido como uma das maiores promessas do mundo da luta e pode confirmar isso caso vença o brasileiro neste sábado.

O norte-americano já tem a luta no sangue, literalmente. Seu pai, Antonio McKee, teve um cartel de 30 vitórias, 6 derrotas e 2 empates no MMA, com passagem pelo UFC, e tendo encerrado a carreira aos 49 anos em 2019 no próprio Bellator.

E AJ McKee já é treinado desde a infância, quando seu pai o acordava com golpes de MMA.

play
2:05

Patrício Pitbull e AJ McKee se estranham em entrevista que termina com ameaças, confusão e cinturão roubado

Clima esquentou em coletiva antes da luta pelo Bellator 263

"Mata-leão, socos, chave de braço, braço nas costas. Era tipo 'não, pai, essa manhã não, não estou no clima'. E ele 'vai fazer o quê? Vai ficar bravo?", contou o norte-americano, ao site "MMA Fighting" em 2015.

"Ele estava se divertindo e me preparando. Vamos supor que eu seja nocauteado um dia e acorde no meio da luta e em uma posição de mata-leão...é tipo, cara, você está sendo estrangulado! Comece a defender. Ele sempre estava me preparando para algo e é isso que eu amo nele. Ele sempre está um passo ou dois na frente", completou.

Em 2015, quando ainda estava começando no Bellator, McKee estabeleceu sua meta: ser o maior da história do MMA.

"Eu tenho dito ao meu pai desde que eu tinha 8 anos de idade que eu quero ser o Mayweather do MMA. Eu quero ser o maior de todos os tempos. Eu perdi uma luta no amador e outra no wrestling na faculdade. Eu não quero perder".