<
>

Bellator: treinador aposta em vitória por finalização de Patrício 'Pitbull' contra AJ McKee

play
Barriga de aço! Ngannou leva série de socos na barriga e tira onda tomando 'cafézinho' (0:28)

Lutador brincou com o momento e divulgou nas redes sociais (0:28)

Neste sábado (31), o Bellator vai promover um verdadeiro choque de gerações para ver quem vai ficar com o cinturão do peso-pena (66 kg) da organização. A luta principal da edição 263 coloca Patrício ‘Pitbull’, atual campeão da divisão e de 34 anos, frente a frente com AJ McKee, oito anos mais novo que o brasileiro, e ainda invicto na liga após 17 combates. E justamente a experiência em grandes lutas pode ser o diferencial do potiguar. Esse é o pensamento de sua equipe e do treinador ‘Mano’ Santana.

Em entrevista exclusiva à reportagem da Ag. Fight, o técnico destacou a maturidade de Patrício nesses momentos grandes. O brasileiro tem na bagagem muitas disputas de título no Bellator e sabe o que precisa fazer em uma final de GP. Por isso, ‘Mano’ revelou que o brasileiro está colocando toda pressão em cima de McKee, pelo fato do americano ser uma promessa da liga e atuar em casa, já que o show será em Los Angeles (EUA).

“O Patrício está muito tranquilo e vê a pressão toda dessa luta em cima do McKee, não vê nada em cima dele. Ele é um cara muito experiente, sabe ser frio quando tem que ser e quando tem que ser matador. Na minha visão, ele vai usar a experiência e a pressão a favor dele. No córner do cara tem o pai dele, então é muita pressão. Ele tem muita coisa a perder. Patrício também tem? Claro que tem. Mas ele está acostumado a luta de cinturão, já pegou o (Michael) Chandler, que foi uma luta dura demais”, disse Santana.

Se o mental de Patrício está em dia, a forma física não pode-se dizer que está diferente. ‘Mano’ Santana destacou as dificuldades que prevê no duelo entre seu pupilo e McKee, mas apontou cenários que o potiguar pode capitalizar para sair com mais um triunfo.

“Vai ser uma das lutas mais duras que o Patrício teve recentemente e tem ferramentas para ser bem disputada. O AJ McKee está com 17-0, muito novo, então está com muito gás. A organização construiu esse cara, é uma prata da casa. Acho que o Patrício finaliza essa luta, porque ele é muito intempestivo e pode vir para cima, mas tem um tempo de reação muito bom. Ele faz de tudo para não levar uma mão”, afirmou, emendando.

“Não vai ser tão fácil o Patrício achar o tempo como foi com o Chandler, (Emmanuel) Sanchez e (Pedro) Carvalho. Acho que nocaute pode acontecer se a luta se arrastar do terceiro round para frente, quando o McKee vai cansar. Ele nunca pegou alguém do calibre do Patrício, nunca foi testado antes. Vai sentir”, completou o treinador.

Atual campeão peso-pena e peso-leve (70 kg) do Bellator, Patrício ‘Pitbull’ visa manter sua hegemonia na divisão até 66 kg e, de quebra, levar para casa um milhão de dólares (aproximadamente R$ 5,1 milhões), pela conquista do GP da categoria. Para chegar na grande final, o potiguar superou Juan Archuleta, Pedro Carvalho e Emmanuel Sanchez.