<
>

Fedor Emelianenko revela interesse em duelo de boxe contra Roy Jones Jr

As disputas entre lendas do boxe e do MMA, como a que vai ocorrer no 11 de setembro entre Oscar De La Hoya e Vitor Belfort, parecem ter despertado a curiosidade de um dos maiores nomes das artes marciais mistas de todos os tempos. Em recente entrevista ao canal do ‘Youtube’ ‘OCTAGON TV inc’, o russo Fedor Emelianenko abriu as portas para um futuro duelo contra Roy Jones Jr, ex-campeão mundial da nobre arte.

O ex-campeão peso-pesado do Pride, que atualmente compete pelo Bellator, se mostrou empolgado com a possibilidade de testar suas habilidades no boxe, especialmente contra uma lenda da modalidade, como Roy Jones Jr. No entanto, Fedor descartou ter qualquer interesse em enfrentar celebridades, que, assim como os veteranos retornando da aposentadoria, tem ganhado espaço nos ringues da nobre arte ultimamente.

“Eu estaria interessado. Eu já trabalhei com Denis Lebedev, com outros caras (no boxe). Tenho treinado boxe desde 2000. Então, sim, seria interessante ter uma luta, mas não com blogueiros e cantores, não com pessoas de fora do mundo dos esportes. Roy Jones é uma lenda no mundo do boxe, então claro, seria interessante lutar com ele. Ele tem um grande histórico. Sempre vai ser Roy Jones, embora ele não tenha mais aquela velocidade de mãos louca”, declarou Fedor, de acordo com a transcrição do site ‘BoxingScene.com’.

Considerado por muitos como um dos maiores lutadores de todos os tempos, Fedor Emelianenko possui um cartel de 39 vitórias, seis derrotas e um ‘no contest’ (sem resultado) no MMA profissional. Aos 44 anos, o peso-pesado russo parece viver seus últimos momentos de sua vitoriosa carreira, que pode se encerrar após cumprir os dois combates restantes em seu contrato com o Bellator.

O primeiro deles, inclusive, já está marcado. Sem lutar desde dezembro de 2019, em função da pandemia de COVID-19, Fedor fará seu retorno no próximo 23 de outubro, ainda sem adversário definido, em combate válido pelo card do Bellator 269, que terá como sede a cidade de Moscou (RUS) e marcará a estreia da organização americana em território russo.