<
>

UFC: McGregor treina forte na academia com o pé engessado 14 dias após lesão horrível

play
UFC 264: Conor McGregor quebra o pé e é derrotado no terceiro encontro com Dustin Poirier (0:38)

Herb Dean ainda demorou a perceber e não encerrou a luta imediatamente. Ao fim do round, porém, McGregor mostrou o pé completamente solto, e o árbitro decretou o final. (0:38)

Há apenas 14 dias, Conor McGregor enfrentava Dustin Poirier pelo UFC 264 no terceiro capítulo da saga envolvendo os dois lutadores. O irlandês perdeu o combate e chocou o mundo pela impressionante lesão sofrida no tornozelo.

No entanto, da mesma forma que no final do combate, chocou o mundo do MMA ao postar uma foto treinando pesado na academia mesmo com o pé engessado por conta da lesão.

"A vida não é sobre o que acontece conosco. Mas como lidamos com o que nos acontece! Vamos lá equipe, Deus abençoe", escreveu o irlandês.

Na edição do UFC 264, McGregor foi derrotado por Poirier ainda no primeiro round por decisão médica, já que o ex-campeão dos pesos leves.

John Kavanagh, treinador de longa data do europeu, em uma sessão de perguntas e respostas na página ‘Wimp 2 Warrior’ do Instagram, revelou que McGregor já havia sofrido uma lesão no tornozelo esquerdo durante o camp de treinamentos para a peleja contra Poirier, o que poderia ter contribuído para a bizarra ocorrida no UFC 264.

Veja abaixo a postagem de McGregor:

“Um pouco dessa lesão no tornozelo foi agravada durante o camp. Nós fizemos um exame nisso. Isso teve uma pequena participação em enfraquecer (o tornozelo)? Eu não sei. Nós estivemos com um médico duas semanas atrás para fazer um exame no tornozelo. Pode ter tido algo lá dentro. Parece incomum que um homem jovem, saudável, em forma pudesse envolver seu pé em um cotovelo e quebrá-lo sem que tenha existido algo errado antes. Você pode fazer esse jogo de adivinhação o dia inteiro”, declarou Kavanagh, antes de apontar o momento exato em que seu pupilo teria sofrido a contusão durante a luta.

“Ele lança um chute na perna, e depois ele joga um teep (chute frontal do muay thai). É claramente onde a fratura aconteceu. Ele lança um chute agressivo, Dustin se protege com a mão da frente, e o pé se envolve ao redor do cotovelo em uma forma similar que (Anderson) Silva e (Chris) Weidman. Eles envolveram seus pés ao redor da canela, McGregor envolveu sua canela ao redor do cotovelo”, finalizou o treinador.