<
>

Campeão do UFC aponta 'title shot' para Dillashaw em caso de vitória contra Sandhagen

play
Chael Sonnen deixa rivalidade de lado e manda 'conselho de aniversário' para Jon Jones (0:59)

Americanos protagonizaram uma das maiores rivalidades da história do UFC (0:59)

O UFC vai realizar uma importante luta válida pelo peso-galo (61 kg), neste sábado (24). Em Las Vegas (EUA), Cory Sandhagen, número dois da divisão, e TJ Dillashaw, ex-campeão da categoria, se enfrentam e os atletas têm consciência de que uma vitória pode aproximá-los do status de desafiante ao título dela. Entretanto, Aljamain Sterling, atual campeão, está incerto quanto ao futuro do vencedor do duelo.

Em seu próprio podcast ‘Weekly Scraps’, Sterling comparou o que o triunfo representa para Dillashaw e Sandhagen no UFC. De acordo com o campeão do peso-galo, a possível vitória do ex-número um da categoria sobre o atual número dois dela é mais importante do que o sucesso do temido atleta diante do veterano que não atua há dois anos. Tal posicionamento do profissional se deu, porque ‘The Sandman’ foi apontado como favorito pelas casas de apostas contra ‘Viper’ e porque já o finalizou no primeiro round anteriormente.

“Estou muito animado para ver o que acontece, muito animado para ver o que Dillashaw traz. Se você vencer Dillashaw isso te dá uma chance pelo título? Não sei. Mas se Dillashaw vencer, isso lhe dá uma chance pelo título. Por outro lado, não sei o que essa vitória realmente faria por Sandhagen, a não ser adicionar outro nome importante em seu currículo”, declarou o campeão, antes de completar.

“Será uma boa combinação de estilos. Um cara que é muito mais alto, esguio, calmo e que agora luta com um pouco mais de brutalidade, tentando machucar os adversários. Será uma luta muito divertida de assistir. Se eu tivesse que apostar, diria que Sandhagen faz o trabalho. Eles costumavam treinar juntos e acredito que isso dá a ele algum tipo de confiança, ele entende com o que está lidando. Se Dillashaw voltar mal, gosto ainda mais das chances de Sandhagen”, decretou.

Número dois no ranking do peso-galo, Cory Sandhagen, de 29 anos, estreou no UFC em 2018 e, pouco tempo depois, se transformou em uma das forças da categoria. Não à toa, Aljamain Sterling e Petr Yan elogiaram o possível adversário pela vitória fulminante diante de Frankie Edgar, em fevereiro. Além do veterano, os triunfos mais importantes de ‘The Sandman’ foram sobre John Lineker, Marlon Moraes e Raphael Assunção.

TJ Dillashaw, de 35 anos, é um dos lutadores mais condecorados da história do peso-galo do UFC. O americano foi campeão da categoria duas vezes, em 2014 e 2017. Desde 2011 na organização, o atleta disputou 16 lutas, venceu 12, sendo sete por nocaute, e perdeu quatro vezes. Seus triunfos de maior destaque foram diante de contra Cody Garbrandt (duas vezes), John Lineker, Raphael Assunção e Renan ‘Barão’ (duas vezes).