<
>

Vitor Belfort classifica luta com Oscar De La Hoya como 'a maior de todos os tempos'

play
Anderson Silva comemora vitória histórica na volta ao boxe e brinca com repórter: 'Diga oi para o Brasil!' (0:25)

Via @luiz_dorea | Spider venceu o mexicano Julio César Chávez, 11 anos mais novo e ex-campeão mundial de boxe, em um combate no México, por decisão dividida. (0:25)

Depois de realizar inúmeros desafios, ao que parece, Vitor Belfort, finalmente, vai lutar boxe. Na última quinta-feira (17), a lenda do MMA informou que vai enfrentar Oscar De La Hoya nos ringues, em duelo programado para acontecer em setembro, em Las Vegas (EUA), e mostrou empolgação por medir forças com o veterano da nobre arte. Inclusive, ‘The Phenom’ prestou sua reverência ao oponente.

Em entrevista ao site ‘TMZ Sports’, Belfort enalteceu a qualidade e os feitos de De La Hoya nos ringues. Animado, o brasileiro classificou o encontro entre eles como a maior luta de todos os tempos, já que coloca frente a frente duas lendas do boxe e do MMA. Vale lembrar que essa não foi a primeira vez que ‘The Phenom’ protagoniza um duelo de proporções épicas. Em 2011, o carioca enfrentou Anderson Silva no UFC e o combate foi importante, porque representou um divisor de águas para o esporte e possibilitou sua consolidação no país.

“Essa luta comigo e com Oscar é a maior luta de todos os tempos. O motivo é que Oscar é um lendário medalhista de ouro olímpico, um dos melhores lutadores peso por peso que já existiu. Ele revolucionou o esporte. Se não fosse por Oscar, não haveria Mayweather. Se não fosse por Vitor Belfort, McGregor não existiria”, declarou Belfort, antes de completar.

“Agora, a nova geração será educada sobre quem são esses dois caras do México e do Brasil. Oscar se tornou um medalhista de ouro olímpico. Vitor se tornou o mais jovem campeão do UFC. Essa luta é para quebrar recordes. As lutas sempre foram vilão contra mocinho. Esta luta venderá como Muhammad Ali e George Foreman por causa das habilidades, legado. Eles pavimentaram o caminho para a geração de hoje”, concluiu.

Se depender de Vitor Belfort, de 44 anos, sua permanência nos esportes de combate vai durar por muito tempo, já que possui alvos dos mais variados tipos. Além de Ben Askren e Tyron Woodley, o ícone do MMA brasileiro também desafiou os youtubers Jake e Logan Paul, Chris Jericho, representante do pro-wrestling, Evander Holyfield, lenda do boxe, Anderson Silva, Chael Sonnen e Wanderlei Silva, seus eternos rivais na modalidade, e até mesmo Brock Lesnar, astro da WWE e ex-campeão do peso-pesado do UFC.

play
1:32

Anderson Silva supera ex-campeão Julio César Chávez Jr. na volta ao boxe e faz história; veja como foi

Mesmo aos 46 anos, "Spider" mostrou que ainda pode competir e ser responsável pelo entretenimento no mundo das lutas.