<
>

Anderson Silva explica por que está tão feliz no boxe e dá 'lição' ao ser perguntado sobre legado em risco

Aos 46 anos de idade, Anderson Silva trocará os octógonos pelo ringue de boxe neste sábado para enfrentar Julio César Chavez Jr. E está feliz da vida. Em entrevista coletiva nesta quarta, estampou um sorriso no rosto que chamou a atenção até da apresentadora. A felicidade só ficou um pouco de lado para uma “lição” em uma pergunta de um jornalista sobre colocar todo o legado em risco.

“Acredito que a oportunidade de fazer algo especial na sua vida, especial quando você ama lutar. Eu amo lutar. Essa é a grande oportunidade para mim. Não é para provar algo, mas sim para passar uma boa mensagem para cada pessoa no mundo. Não é sobre lutar, é sobre o quanto você ama seu trabalho, sobre o quanto você ama algo e fazer algo especial para o mundo. Esse é o meu objetivo agora”, disse Anderson Silva.

De toda forma, o brasileiro se apresentou como de costume: evitando as maiores polêmicas e demonstrando toda a sua gratidão pelo que está vivendo.

O sorriso estampado chegou a gerar uma pergunta da apresentadora do evento, que notou que Anderson estava até mais feliz que em suas últimas aparições no MMA.

“Eu aceitei todos os tipos de desafios na minha vida. Lutei em diferentes países pelo mundo, com diversos campeões. Eu amo boxe. Quando eu comecei, tentei começar no boxe, mas a vida mudou e fui para o MMA. Sou um grande fã de boxe. Vim para lutar aqui, não para provar algo. Somente mostrar meu respeito ao povo mexicano e meus fãs pelo mundo”, disse.

Rival do brasileiro, Julio César Chavez Jr. é filho da lenda Julio César Chavez – que também estará em ação no sábado, no mesmo evento.

Chávez Jr. tem 35 anos de idade e é lutador de boxe profissional, ex-campeão do mundo em três categorias. No cartel, ele tem 52 vitórias e 5 derrotas.