<
>

Covington acusa Usman de 'se esconder' na África para evitar revanche no UFC

play
Cormier, após triunfo de Leon Edwards no UFC: 'A única pessoa que deixou o ginásio com uma vitória foi Díaz' (2:35)

Ex-lutador, analista da ESPN falou sobre a vitória de Leon Edwards sobre Nate Díaz (2:35)

Recentemente, Kamaru Usman visitou a Nigéria, seu país de origem, e foi recebido com festa pelo público local. No entanto, Colby Covington criticou a ida do campeão dos meio-médios (77 kg) do UFC ao continente africano. De acordo com o ex-campeão interino da categoria, a intenção do número um da categoria foi ‘se esconder’ na África para evitar a realização da aguardada revanche entre eles.

Em entrevista ao site ‘MMA Fighting’, Covington acusou Usman de fazer de tudo para negar o acerto de contas entre eles e sinalizou que o desafeto está com medo de perder sua coroa no UFC. Contudo, o polêmico lutador lembrou que Dana White, presidente da organização, está ao seu lado.

Vale destacar que o cartola indicou, mais de uma vez, que a revanche entre os desafetos é a luta a ser feita nos meio-médios, uma vez que classificou o primeiro combate como um dos melhores que assistiu no MMA.

play
0:55

UFC 263: Deiveson é dominado do começo ao fim e perde cinturão para Brandon Moreno

É o primeiro título da história do México no UFC.

“Eles estão apenas esperando por ‘Marty’ (Usman). Desde que ele venceu aquele cara frágil (Masvidal), ele está fugindo. Ele acabou de descobrir que não há mais onde se esconder. Ele vai ter que estar dentro do octógono mais cedo ou mais tarde. Assim que suas bolas pararem de encolher e ele voltar para a terra, ele pode lutar comigo novamente. Mas a questão é que ele está fora da rede. Ele está com o telefone em modo avião, negando as ligações do UFC. Ele não quer assinar o contrato”, declarou o ‘bad boy’, antes de completar.

“Ele está esperando alguma invasão alienígena para escolher outro (ex-peso) leve acabado para lutar. Pare de se esconder em seu país de origem. Sabemos que essa foi a primeira vez que você foi à África. ‘Marty’, você nasceu em Dallas e fez faculdade em Nebraska. Pare de se esconder de mim na África, volte para a América e vamos fechar este negócio. O UFC veio na minha direção e estou feliz. Esta é a oportunidade que me leva a outro nível no MMA e estou ansioso. Isso vai levar a lutas maiores e melhores. Essa é a luta que todos querem ver”, concluiu.

Caso o UFC oficialize a revanche entre Colby Covington e Kamaru Usman, tudo leva a crer que ‘Chaos’ vai embalado. No primeiro embate, os atletas chegaram empatados ao quinto round. Na última parcial, o nigeriano nocauteou e quebrou a mandíbula do rival.

Derrotado de forma impactante, o ‘bad boy’ não aceitou o revés e acusou o campeão dos meio-médios de utilizar movimentos ilegais e por receber a ajuda do árbitro. Desde então, o americano persegue e provoca o desafeto.