<
>

Mayweather abre o jogo e diz que luta com Logan Paul pode ter sido a última da carreira: 'Não é fácil'

Ao que parece, a luta de exibição contra Logan Paul, disputada neste último domingo (6), pode ter sido a última vez que Floyd Mayweather pisou em um ringue de boxe. Logo depois de competir por oito rounds contra o youtuber, em evento realizado no Hard Rock Stadium, na Flórida (EUA), o ex-campeão mundial reafirmou sua aposentadoria como profissional e colocou em dúvida a possibilidade de aceitar um novo combate com caráter de exibição.

Considerado por muitos como o maior pugilista de todos os tempos, Mayweather se aposentou profissionalmente em 2017, após vencer o ex-campeão do UFC Conor McGregor, em duelo que marcou sua 50ª vitória na invicta carreira. Desde então, Money, como é conhecido, subiu no ringue apenas duas vezes, ambas em confrontos de exibição.

Em 2018, Floyd superou o japonês Tenshin Nasukawa, por nocaute técnico. Já a peleja contra o youtuber Logan Paul, possuía regras especiais, como o fato de não ter juízes laterais para pontuar a disputa. Como ninguém foi nocauteado dentro dos oito rounds previstos, o duelo terminou sem vencedor.

“Claro que não. Eu me aposentei do boxe (profissional). Eu já disse isso antes: não é fácil, até mesmo para essa luta. Só treinar um dia e depois um par de dias de descanso, treinar um dia e tirar dois dias de descanso, por causa da idade, por causa do desgaste do início da minha carreira. Sem socos na cabeça ou qualquer coisa, apenas praticar boxe e esportes, ponto. É realmente duro no corpo dos atletas. No que diz respeito a eu voltar ao boxe (profissionalmente), com certeza não. Em relação a fazer uma exibição novamente, provavelmente não”, declarou Floyd Mayweather, de acordo com transcrição do site "MMA Junkie".

Aos 44 anos, grande parte deles dedicados à nobre arte, Floyd Mayweather é um dos atletas mais bem-sucedidos da história do esporte, tanto dentro do ringue, como financeiramente. Em sua carreira, o americano somou 50 vitórias e nenhuma derrota, além de ter conquistado 12 títulos mundiais em cinco categorias de peso diferentes.