<
>

UFC: Usman planeja lutar pelo título dos médios caso Adesanya mude de categoria

play
Weidman revela o que passou em sua cabeça quando viu perna quebrada e relembra dor (2:53)

Lutador americano falou sobre a lesão que teve no UFC 261 na luta contra Uriah Hall (2:53)

A cada aparição no octógono, Kamaru Usman amplia seu reinado nos meio-médios (77 kg) do UFC e parte da comunidade do MMA já o compara a Georges St-Pierre, ex-número um da categoria. Em sua trajetória na organização, o canadense também conquistou o título do peso-médio (84 kg) e, ao que parece, o nigeriano indicou que pode seguir seus passos.

Em entrevista à ‘ESPN’ americana, Usman revelou que a ideia de trocar os meio-médios pelo peso-médio do UFC consta em seu planejamento para o futuro de sua carreira. Contudo, alguns fatores impedem o início de tal aventura. Um deles é a busca do nigeriano para superar ‘GSP’ como melhor lutador da história dos 77 kg. Outro ponto é Israel Adesanya, seu compatriota, ser o campeão dos 84 kg. ‘The Nigerian Nightmare’ informou que, enquanto ‘The Last Stylebender’ permanecer como número um, não vai mudar de divisão.

“Com toda a situação entre Adesanya e Vettori, não quero pensar sobre isso. Estou 100% com Adesanya e amo Vettori também, mas acho que Adesanya pode conseguir. Ele já fez isso antes e acho que vai fazer de novo. Se existir a oportunidade de lutar pelo cinturão, seria sem Adesanya estar no jogo. Se ele não for campeão, é algo que eu poderia dar uma olhada”, contou o nigeriano.

Kamaru Usman, campeão dos meio-médios do UFC, já declarou que é melhor ter dois atletas africanos com títulos da organização do que apenas um representante do continente possuir cinturões de categorias diferentes. Por sua vez, Israel Adesanya apresenta a mesma postura. O número um do peso-médio prega um discurso de união entre os países da África e, constantemente, vibra com o sucesso dos lutadores da região.