<
>

Eddie Alvarez recusa duelo com lenda do boxe e culpa luta entre Jake Paul e Ben Askren

Recentemente, Eddie Alvarez revelou que as negociações para enfrentar Oscar De La Hoya em seu retorno aos ringues estavam adiantadas, porém o ex-campeão do peso-leve (70 kg) do Bellator e do UFC voltou atrás. De acordo com o veterano do MMA, o que aconteceu no evento de boxe promovido pelo ‘Triller Fight Club’ entre o wrestler Ben Askren e o youtuber Jake Paul, no dia 17 de abril, em Atlanta (EUA), influenciou sua decisão.

Na coletiva de imprensa antes da realização do quarto evento do ONE Championship na TNT, realizada nesta terça-feira (27), em Kallang (SIN), Alvarez criticou o ‘Triller Fight Club’ por promover combates sem sentido e destacou que organização de boxe mancha a imagem do esporte. Irritado, o americano minimizou a nobre arte e classificou o MMA como única modalidade capaz de oferecer lutas de verdade aos fãs.

Na atração, o wrestler Askren foi nocauteado por um youtuber no primeiro round e Frank Mir, ex-campeão do peso-pesado do UFC, acabou derrotado por um boxeador profissional na decisão unânime dos juízes. Mesmo com os resultados adversos, Alvarez defendeu seus companheiros de profissão e desafiou os pugilistas a se aventurarem no MMA. Vale lembrar que Dana White, Daniel Cormier e outras personalidades das artes marciais mistas também repudiaram o show.

“Eu diria que é um assunto morto por agora. Sinceramente, é por toda aquela coisa de boxe x MMA, quando assisti Askren e os lutadores de MMA no boxe. Eles mostraram coração, coragem, foram capazes de ter a humildade e se colocarem em linha, em um esporte que não são profissionais. Ainda estou para ver um boxeador fazer isso no MMA. Isso me incomoda e desanima. Eu gostaria de ver um lutador de boxe no MMA”, declarou Alvarez, antes de completar.

“Quando disse sim ao Oscar, senti que talvez estivesse tomando uma decisão de forma rápida. O MMA é o meu esporte. Isso é o que fiz durante toda minha vida. Se você quer uma luta de verdade, o MMA é a luta. O boxe é um quinto do que fazemos. É uma parte disso. O MMA é uma é tudo. Quem venceu Askren e Mir, não venceu na luta e sim no boxe. O evento me desencorajou. É aí que o boxe chegou. Ver o evento e os boxeadores agindo como caras durões. Eles não ganharam lutas e sim lutas de boxe. Se você se considera melhor e quer lutar, entre no cage e faça os conjuntos de habilidade”, concluiu.

Apesar de demonstrar toda sua insatisfação com o atual momento do boxe, Eddie Alvarez se prepara para atuar pelo ONE Championship. O ex-campeão do peso-leve do Bellator e do UFC vai voltar à ação nesta quarta-feira (28), quando enfrenta Rae Yoon Ok, em Kallang (SIN). Inclusive, o veterano encontrou motivação extra, já que sua derrota por desclassificação em abril foi transformada em no-contest após a análise da organização asiática.