<
>

Gastelum promete volta por cima no UFC após ser derrotado por Whittaker: 'Posso ser um dos melhores'

play
Veja nocaute acachapante de Gastelum com 19 anos em luta de boxe com ringue em estacionamento aberto (0:58)

Socos precisos garantiram um bom começo de carreira para o lutador do UFC (0:58)

No último sábado (17), Kelvin Gastelum teve uma grande oportunidade de se colocar perto de uma nova disputa de cinturão do peso-médio (84 kg) do Ultimate. No entanto, na luta principal do UFC Vegas 24, o americano foi derrotado por Robert Whittaker, por decisão unânime dos jurados.

Através das redes sociais, Gastelum comentou sobre sua última apresentação. O atleta da Kings MMA não se deixou abalar com o revés e demonstrou confiança que vai conseguir dar a volta por cima na carreira.

“Ainda acredito que eu posso fazer o trabalho e ser um dos melhores. Não falaria isso apenas por falar. Eu acredito com meu coração. Tenho aprendido muito com meus adversários e farei os ajustes necessários para minha próxima batalha. Estaremos ligados na próxima”, escreveu.

Kelvin Gastelum, de 29 anos, alcançou destaque no MMA tanto nos meio-médios (77 kg), quanto no peso-médio do UFC. Na atual categoria, o americano viveu seu melhor momento na carreira, em 2019, quando lutou pelo cinturão interino, mas foi superado por Israel Adesanya. Na modalidade, o vencedor do TUF 17 disputou 23 combates, triunfou em 17 e perdeu sete. Atualmente, o pupilo de Rafael Cordeiro se encontra em oitavo lugar no ranking da divisão.