<
>

UFC: Aljamain Sterling terá que passar por cirurgia no pescoço e estipula prazo para retorno ao octógono

Quando um lutador conquista o cinturão do UFC, sua reputação muda de patamar automaticamente. Contudo, desde que assumiu o trono do peso-galo (61 kg) da organização, Aljamain Sterling foi mais criticado do que enaltecido. Na edição de número 259, realizada em março, em Las Vegas (EUA), o americano se tornou campeão após receber uma joelhada ilegal de Petr Yan. Desde então, o atleta sofre não apenas com a gravidade da lesão no pescoço, mas também com ataques de parte dos fãs.

Em seu próprio podcast ‘Weekly Scraps’, Sterling afirmou que vai passar por cirurgia para voltar a ter maior flexibilidade no pescoço, porém negou de forma veemente que o tempo de sua recuperação seja de nove meses, especulado por seus rivais. Irritado com o rumor que indica um logo período de afastamento, o campeão do peso-galo detalhou o cronograma elaborado pelos médicos e estipulou um prazo para realizar sua primeira defesa de título na categoria.

Como não poderia ser diferente, Sterling expressou o interesse de acertar as contas com Yan e vencer de forma incontestável para calar seus críticos e também o próprio desafeto. Antes da luta, os atletas protagonizaram um ‘trash talk’ constante e pesado publicamente e, após o embate, a dupla tratou de aumentar a rivalidade. No entanto, apesar de ter um novo duelo contra o russo em mente, o campeão adiantou tudo vai acontecer no seu tempo. Mesmo negando o período de nove meses de afastamento, o americano ressaltou que só vai retornar ao octógono, quando estiver 100% recuperado.

“Eu estava tentando evitar ‘entrar na faca’. Muito tempo e esforço estão sendo investidos em pesquisas. Quero cuidar disso para voltar a competir o mais rápido possível. Não vai demorar nove meses. Não sei o motivo das pessoas continuarem espalhando mentiras. Provavelmente, lutarei em agosto, setembro ou outubro. O médico disse que acha que o tempo de recuperação para começar a fazer cardio e tudo mais é de três meses”, explicou Sterling, antes de completar.

“O médico gostaria de me ver lutar por volta de cinco ou seis meses. Veremos como meu corpo fica e como posso entrar em forma. Obviamente, quanto mais tempo, melhor, mas posso facilitar o caminho. Eu, realmente, quero bater nesse ‘Muppet’, mas tenho que ser inteligente. Quero acabar com o ‘trash talk’ que ele fez. Ele desistiu na primeira luta e ainda não sabemos o motivo. Aparentemente, estou com medo de uma revanche, mas o cara desistiu da luta sem revelar o motivo. OK”, concluiu.

Aljamain Sterling mudou sua postura. Ao ser coroado o número um do peso-galo do UFC ainda no octógono, ‘Funk Master’ se recusou a carregar o cinturão e o jogou no chão. Na sequência, o americano declarou que não pode ser reconhecido como campeão legítimo pela forma polêmica como o duelo contra Petr Yan terminou.

No entanto, o atleta já abraçou seu novo status no MMA e comemorou a sexta vitória seguida pela organização. Agora, o lutador ostenta em seu cartel nomes como Cody Stamann, Cory Sandhagen, Jimmie Rivera, Pedro Munhoz e Yan, todos integrantes do top-15 da categoria.