<
>

UFC : Mackenzie Dern exalta 'batalha materna' contra Nina Ansaroff: 'As pessoas vão ver essas duas mães sinistras se batendo'

play
Mackenzie Dern fala sobre retorno ao UFC após gravidez: 'Sei pelo que a Nina está passando' (1:58)

Brasileira enfrenta a norte-americana neste sábado (1:58)

O UFC deste sábado terá um combate no card principal de algo incomum na história da organização: duas mães ficarão frente a frente. No caso, a brasileira Mackenzie Dern encara Nina Ansaroff, esposa de Amanda Nunes, pelo peso-palha.

Dern deu à luz a Moa em junho de 2019, enquanto Nina e Amanda tivera Raegan em setembro do ano passado.

Em conversa com a ESPN, Dern, que tem 10 vitórias e apenas uma derrota em seu cartel, disse o quão especial seria esse duelo e quer que a luta sirva de inspiração para outras mulheres.

"Quando eles me ofereceram a Nina eu fiquei muito feliz. Primeiro por ela ser mãe e estar voltando, estamos praticamente no mesmo barco. Eu não sei os motivos dela de estar voltando, mas eu achei muito irado. Foi minha intenção de aceitar, de imaginar que tem varias mulheres que se idenfiticaram comigo e depois do filho acham que tem que se aposentar, que não pode fazer o que gosta de fazer", disse Dern.

"Eu e a Nina estamo mostrando isso. Além de estar voltando a lutar, estamos lutando no UFC, no nível mais alto que tem, tomando soco na barriga, na cara. As pessoas vão ver essas duas mães sinistras se batendo e mostrando as atletas que são", completou.

Dern voltou ao octógno pouco mais de quatro meses depois do parto de Moa, algo que ela mesma reconheceu que talvez não tenha sido o melhor, já que sofreu a única derrota de sua carreira na ocasião, para a compatriota Amanda Ribas.

"Eu sei mais ou menos o que ela (Nina) está passando, mas cada mãe tem sua própria experiência. Eu sei que a vida delas é bem envolvida na luta, acredito que a vida dela é 100% na luta, mas uma coisa que a gente divide é o fato de ter parido, passando por essa fase de tentar recuperar o que a gente perdeu. Você tem que voltar a ter raciocínio rápido, reflexo. Senti na luta de volta que a Amanda tava mais rápida do que eu", explicou Dern.

"Eu acredito que ela (Nina) não sabe que ela vai ser muito melhor daqui 15 meses, que é onde eu estou. Eu com 4 meses depois da gravidez me sentia a Mulher-Maravilha, porém eu não sabia como iria me sentir, tenho certeza que a Nina vai ser o mesmo jeito, daqui 10, 20 meses ela vai ser melhor ainda".

Mackenzie Dern usa suas redes sociais também para exibir o mundo de sua filha, que irá completar 2 anos em junho. A brasileira até criou um perfil no Instagram para a pequena Moa, que costuma se divertir nos treinos da mãe.

play
2:15

Mackenzie Dern comenta decisão de ter aceitado luta contra Nina Ansaroff no UFC

Brasileira faz 'duelo das mães' no UFC deste sábado

"Tomara que ela não faça MMA, não (risos). Eu estou tentando tomar todos esses socos na cara pra ela não ter que fazer isso, mas se ela decidir eu vo apoiar ela 100%", afirmou.