<
>

Brasileiro se torna o 1º a nocautear Demetrious Johnson e deixa mundo do MMA em choque

play
O homem, a lenda: os 10 momentos que tornaram Conor McGregor um lutador simplesmente sem precedentes (2:05)

Do nocaute inacreditável em Aldo aos memoráveis duelos contra Khabib e McGregor, relembre os grandes momentos do irlandês (2:05)

O brasileiro Adriano Moraes, o Mikinho, entrou para a história do mundo do MMA nesta quarta-feira. Durante o ONE Championship que aconteceu em Cingapura, Adriano defendeu seu cinturão do peso mosca contra o lendário e ex-campeão do UFC Demetrious Johnson e venceu por nocaute aos 2:24 do segundo round. Foi a 1ª vez que o americano foi derrotado antes da decisão - as outras 3 derrotas da carreira de Demetrious haviam sido pelos cards dos juízes.

Mikinho conseguiu a vitória após uma espetacular joelhada no rosto do americano, que não resistiu e a luta foi interrompida. O resultado chocou o mundo do MMA e diversos lutadores reagiram ao triunfo do brasileiro.

Ben Askren e Aljamain Sterling, ambos lutadores do UFC e que têm histórico com joelhadas ilegais, reagiram ao golpe do brasileiro, que acertou uma joelhada enquanto o americano estava caído, o que é permitido no ONE. Askren se posicionou a favor.

"Joelhadas em um oponente caído são legais no ONE! É a melhor regra que o ONE tem", disse o americano.

Já Aljamain se posicionou contra o golpe. "É por isso que joelhadas em um oponente caído são absurdas e ILEGAIS no MMA do UFC! Se fosse nos EUA, essa joelhada não seria permitida e o Mighty Mouse poderia levantar de uma maneira mais tranquila e se proteger. Espero que ele esteja bem, mas é por isso que sou contra essas regras", disse.

Pitbull, campeão duplo do Bellator, também se posicionou a favor do golpe. "Parabéns ao Adriano pela grande vitória esta noite! Grande performance contra um dos melhores de todos os tempos. Precisamos que joelhadas no rosto enquanto estamos no chão sejam parte das regras unificadas. Adoraria que eles liberassem o 'tiro de meta' também", disse o brasileiro.

Além das discordâncias com os golpes, os lutadores também se mostraram bastante surpresos com o resultado. "Foi uma finalização louca", disse Ben Askren. "O que eu acabei de assistir?", completou Derek Brunson.

Anthony Pettis reagiu da maneira mais simples possível: "Wow".