<
>

UFC: Michael Chandler mira 'McGregor Belt' e rasga elogios a Conor: 'Ícone'

play
O homem, a lenda: os 10 momentos que tornaram Conor McGregor um lutador simplesmente sem precedentes (2:05)

Do nocaute inacreditável em Aldo aos memoráveis duelos contra Khabib e McGregor, relembre os grandes momentos do irlandês (2:05)

O próximo compromisso de Michael Chandler é a maior luta de sua carreira, porém o atleta já projeta o futuro. No UFC 262, evento que acontece no dia 15 de maio, em Houston (EUA), o americano vai disputar o cinturão vago do peso-leve (70 kg) contra Charles ‘Do Bronx’, mas, ao que parece, se interessa mais pelo vencedor da possível trilogia entre Conor McGregor e Dustin Poirier, principalmente, se o irlandês triunfar.

Em entrevista ao canal do YouTube ‘Helen Yee Sports’, Chandler ignorou o atual adversário e enalteceu a presença de McGregor no esporte. Mesmo quando integrava o Bellator, ‘Iron’ já tinha o astro irlandês em seu radar e mostrava interesse em medir forças com ele. Após o ex-campeão do peso-pena (66 kg) e do peso-leve sugerir a criação do ‘McGregor Belt’ ao UFC para o capítulo decisivo de sua rivalidade contra Poirier, Chandler aprovou a ideia.

Vale lembrar que o pedido de McGregor, apesar de inusitado, não é tão absurdo. Em 2019, o UFC criou o cinturão ‘BMF’ e premiou Jorge Masvidal após o lutador nocautear Nate Diaz. De acordo com o ícone do Bellator, como o irlandês é o maior nome em atividade no UFC, merece ser tratado de forma especial, afinal é um atleta diferenciado em seu modo de atuar e pensar.

“Eu adoro isso. É McGregor sendo McGregor. Você pode dizer o que quiser sobre ele, mas o cara é o maior ícone dos esportes de combate. Não apenas agora, mas ele se destaca há um tempo e vai continuar. Não acho que vá acontecer, mas acho que é uma ideia legal”, declarou o ex-campeão do Bellator.

“Gosto da perspectiva de defender meu cinturão em novembro ou dezembro e dele vencer Poirier e colocar o ‘McGregor Belt’ em jogo. Eu adoraria adicionar um cinturão raro à minha coleção. Quero compartilhar o octógono com McGregor antes de me aposentar. Veremos se isso acontece depois que eu vencer Charles”, concluiu.

Michael Chandler, de 34 anos, confirmou a expectativa de parte dos fãs de MMA ao estrear com vitória no UFC. A empolgação com o nocaute aplicado em Dan Hooker foi tanta, que o atleta desafiou Conor McGregor, Dustin Poirier e Khabib Nurmagomedov ainda no octógono.

Com o russo aposentado, o ex-campeão do Bellator ganhou a chance de lutar pelo cinturão do peso-leve da nova casa contra Charles ‘Do Bronx’. Além de Hooker, os triunfos de maior destaque de ‘Iron’ no esporte foram diante de Ben Henderson (duas vezes), Eddie Alvarez e Patricky ‘Pitbull’ (duas vezes).