<
>

Filho de Julio César Chávez revela que sua próxima luta deve ser contra Anderson Silva: 'Estou pronto'

play
Após derrota no UFC, Adesanya detona caráter de Jon Jones: 'Não vai demorar até f... a vida dele de novo' (1:36)

Israel Adesanya deu entrevista exclusiva a Ariel Helwani, da ESPN (1:36)

Anderson Silva nunca escondeu o desejo de se testar no boxe profissional. Agora, aos 45 anos e fora do UFC, a luta pode acontecer. Ao menos foi o que revelou o boxeador Julio César Chávez Jr.

O lutador mexicano, de 35 anos, é filho de uma das maiores lendas do boxe, Julio César Chávez, e já foi dono do cinturão dos médios do Conselho Mundial de Boxe, entre 2011 e 2012.

Chávez Jr. fez a revelação nesta quinta-feira, em uma entrevista coletiva do evento chamado "Tribute to the Kings" (Tributo aos Reis, em tradução livre), que deve ter como luta principal, um combate de exibição com seu pai, Julio Cesar Chavez (contra Hector 'Macho' Camacho Jr.).

"Estou pronto para lugar contra quem for... Me sinto bem, pronto... O rival parece que vai ser esse Anderson Silva, um lutador do UFC, mas eu estou pronto para lutar contra quem for, sem problemas", disse ele.

Chávez Jr. lutou pela última vez em novembro de 2020, no México, em vitória sobre Jeson Minda, por nocaute técnico. Seu cartel é de 52 triunfos e apenas cinco derrotas em 59 combates - ele tem um empate e uma luta sem resultado.

Já Anderson Silva não faz uma luta de boxe desde 2005, quando venceu, na Bahia, um lutador, curiosamente, também chamado Júlio Cesar. Antes disso, havia perdido na modalidade para Osmar Luiz Teixeira.

No MMA, esporte no qual se consagrou como um dos maiores campeões da história do UFC, Anderson fez sua última luta outubro de 2020, perdendo para Uriah Hall, em seu terceiro revés consecutivo no evento. Depois disso, acabou tendo o contrato rescindido.