<
>

Anthony Pettis adianta mudança em método de treinamentos para estreia no PFL

play
Belfort cobra Wanderlei Silva por revanche: 'Ele tem que assinar o contrato' (1:03)

Luta entre os dois brasileiros teve nocaute espetacular de Belfort em 1998 (1:03)

Com data e adversário confirmados para sua estreia no PFL, Anthony Pettis adiantou o que espera dessa nova fase de sua carreira e mudanças que tem feito para se manter em alto rendimento. De acordo com o ex-campeão do peso-leve (70 kg) do UFC, ele pretende seguir com a estratégia de fazer menos sessões de sparring em seus treinamentos e justificou.

Ao contrário do Ultimate, sua antiga casa, o PFL tem um formato de torneio, o que dá a chance do lutador fazer cerca de quatro atuações no ano caso chegue na final. Por isso, Pettis destacou que a ideia de fazer menos sparrings seria para evitar o risco de lesão. O ‘Showtime’ debuta na liga no dia 23 de abril quando encara Clay Collard.

“Tenho diminuído o sparring. Nos meus últimos camps, meu sparring foi muito estratégico e meus oponentes eram muito estratégicos. Eu entro lá, jogo, faço meus exercícios e trabalho com os caras menores. Eu sinto que eu consigo mais resultado e é mais seguro. Então eu faço rounds difíceis quando preciso. Portanto, acho que com este formato de torneio não podemos arriscar lesões, então não faremos muito trabalho de sparring”, explicou o lutador, antes de exaltar a empolgação para sua nova jornada.

“Já conquistei muito na minha carreira. Agora é o próximo capítulo, a próxima versão de mim mesmo e esse formato de torneio é estranho de se pensar. Já estou pensando em quem é o próximo (adversário), mas você tem que se concentrar em quem está na sua frente, então vai ser divertido este ano”, completou o americano de 34 anos.

Após viver um momento de instabilidade na carreira depois de perder o cinturão do peso-leve do Ultimate em 2015, Anthony Pettis voltou a somar duas vitórias seguidas na carreira. Em 2020, o americano superou Donald Cerrone e Alex Morono, ambos os triunfos por decisão dos jurados. No MMA profissional desde 2007, o ‘Showtime’ possui 24 resultados positivos, sendo 11 por nocaute, e dez reveses.