<
>

Veterano do UFC, Edson Barboza renova contrato com a organização

play
Belfort cobra Wanderlei Silva por revanche: 'Ele tem que assinar o contrato' (1:03)

Luta entre os dois brasileiros teve nocaute espetacular de Belfort em 1998 (1:03)

O relacionamento entre Edson Barboza e o UFC foi prolongado. O brasileiro, que estreou pelo Ultimate em 2010, renovou o contrato com a maior organização de MMA do mundo para um acordo de múltiplas lutas e encerrou as especulações em relação ao seu futuro no esporte. A informação foi divulgada pelo site ‘MMA Fighting’.

Antes do novo acordo ser concretizado, Edson Barboza tinha mais uma luta em seu antigo contrato com a organização e não escondia a preocupação com a sua carreira.

O veterano, de 34 anos, reclamou do tratamento recebido pelo UFC, uma vez que expressou o interesse em atuar com mais frequência pela companhia e não foi atendido. Inclusive, o brasileiro cogitou sair do Ultimate, pediu para ser liberado em uma oportunidade e revelou que recebeu propostas de outras empresas.

Com o final feliz nas tratativas com o UFC, Edson Barboza, veterano do peso-leve (70 kg), pode dar continuidade em sua busca pelo cinturão do peso-pena (66 kg). A última aparição do brasileiro no octógono aconteceu em outubro de 2020, em Abu Dhabi (EUA), quando venceu Makwan Amirkhani na decisão unânime dos juízes. Esse foi o primeiro triunfo de Barboza na categoria, que passou a ocupar o 14º lugar no ranking. Pela organização, o atleta disputou 24 combates, venceu 15 e perdeu nove. Suas vitórias mais importantes foram sobre Anthony Pettis, Beneil Dariush, Dan Hooker, Gilbert Melendez e Paul Felder.