<
>

Deiveson e Moreno fazem revanche pelo título do moscas do UFC em junho, diz site

play
Brasileiros fazendo história, lendas se aposentando e muito mais: os grandes momentos do UFC em 2020 (2:43)

Movimentado ano ainda teve a criação da Ilha da Luta e muita provocação (2:43)

Demorou, mas, enfim, a revanche entre Deiveson Figueiredo e Brandon Moreno já tem data para acontecer. De acordo com a ESPN americana, o acerto de contas envolvendo o brasileiro, campeão do peso-mosca (57 kg) do UFC, e o desafiante Brandon Moreno deve acontecer no dia 12 de junho. Ainda não há informações sobre o local do evento, nem em relação aos demais combates do card.

Deiveson e Moreno se enfrentaram pela primeira vez no UFC 256, evento realizado em dezembro de 2020. Na ocasião, o duelo terminou empatado e o alto nível apresentado pelos atletas tornou o embate um clássico instantâneo do peso-mosca.

Não à toa, Dana White e parte dos fãs apontaram o encontro como melhor da história da categoria. Com o resultado, o brasileiro permaneceu com o cinturão e o desafiante ganhou o direito de tentar destronar o campeão novamente.

A temporada 2020 foi inesquecível para Deiveson Figueiredo. O brasileiro atuou quatro vezes pelo UFC e impressionou. Em fevereiro, ‘Daico’ apresentou uma das melhores performances já vistas no MMA, ao nocautear Joseph Benavidez no segundo round. Como não bateu o peso, o paraense não conquistou o cinturão dos moscas.

Na revanche, promovida em julho, ‘Deus da Guerra’ finalizou o veterano no primeiro assalto e se tornou campeão da categoria. Em novembro, Deiveson defendeu o título pela primeira vez ao finalizar Alex Perez, em menos de dois minutos. No mês seguinte, o paraense empatou com Brandon Moreno e conquistou o bônus de ‘luta da noite’.

Assim como Deiveson, Brandon Moreno também se destacou na temporada 2020. Em março, o mexicano surpreendeu e venceu o veterano Jussier ‘Formiga’.

‘The Assassin Baby’ continuou sua ascensão no peso-mosca e se consolidou como uma ameaça na categoria ao superar Brandon Royval, no primeiro round, em novembro. Após a grande atuação, o atleta se tornou desafiante da divisão e justificou a aposta do UFC ao competir de igual para igual com o campeão.