<
>

McGregor cita 3 rivais que pode enfrentar agora e admite: 'É f*** se recuperar, só quero me reerguer'

play
Vitória de Dustin Poirier! Veja como Conor McGregor sofreu o 1º nocaute da carreira (1:01)

Dustin Poirier acabou com toda a aura do irlandês na trocação, aguentou os golpes que sofreu e encaixou uma sequência devastadora de golpes para conseguir um nocaute simplesmente impressionante (1:01)

Neste sábado, Dustin Poirier chocou o mundo e nocateou Conor McGregor a 2:32 do primeiro round do evento principal do UFC 257.

Na entrevista coletiva após a luta, Conor falou sobre os chutes baixos que "destruíram" sua perna e fez uma previsão do que pode ser o seu futuro, escolhendo três adversários que poderia enfrentar, incluindo uma revanche.

"Eu vou me ajeitar. Vou me ajeitar e me levantar do chão e fazer de novo. Existem muitas lutas boas para serem feitas. Eu e Dustin estamos empatados em 1 a 1. Eu e Nate estamos 1 a 1. Existem muitas lutas boas para mim e vou ter uma aproximação diferente para a trilogia com Justin porque aqueles chutes na perna não são para serem ignorados. Nunca tive uma experiência parecida. Não é que eu não tenha o que preciso para voltar", disse.

"Eu tenho muito mais armas aqui que não consegui mostrar hoje. Não foi uma grande noite, mas, novamente, tiro o chapéu para Dustin. Só quero me arrumar, voltar para casa, ver as crianças. Tenho que lamber minhas feridas, é um jogo filho da p**, é como é. Não tem uma marca na minha cara, eu não fui destruído nem nada. Eu só fiquei sem perna e parabéns para ele. É, estou ansioso para voltar", prosseguiu.

Além dos dois no UFC, McGregor não descartou fazer uma segunda luta no boxe, dessa vez com Manny Pacquiao.

"Não tem os chutes na perna no boxe (risos). Eu sempre quis focar na minha carreira de MMA, mas também lutar boxe. Vou ver o que acontece, não sei o que vai fazer. A luta com Manny estava para acontecer, era só confirmar, mas não sei. Não sei o que vou fazer, só quero me reerguer e não ter que lidar com esse estilo de luta, com esses malditos chutes. É f** de se recuperar. Estou tentando relembrar o que aconteceu, só consegui tomar banho e vir aqui. Estou ansioso para rever", finalizou.

play
0:15

McGregor precisa de muletas para andar após ser destruído e nocauteado por Poirier

Twitter: @MoynihanCharles | Conor McGregor teve que usar muletas para conseguir chegar na coletiva

Veja todos os resultados do UFC 257:

CARD PRINCIPAL

Dustin Poirier (EUA) nocauteou Conor McGregor (IRL) 2:32 do 2º round – leves
Michael Chandler (EUA) nocauteou Dan Hooker (NZL) aos 2:30 do 1º round – leves
Joanne Calderwood (ESC) venceu Jessica Eye (EUA) na decisão unânime dos jurados (30-27, 30-27 e 29-28) – moscas feminino
Makhmud Muradov (UZB) nocuateou Andrew Sanchez (EUA) aos 2:59 do 3º round – médios
Marina Rodriguez (BRA) nocauteou Amanda Ribas (BRA) a 0:54 do 2º round – palhas feminino

CARD PRELIMINAR

Arman Tsarukyan (RUS) venceu Matt Frevola (EUA) na decisão unânime dos jurados (30-27, 30-27 e 30-26) – peso casado
Brad Tavares (EUA) venceu Antônio Cara de Sapato (BRA) na decisão unânime dos jurados (30-27, 30-27 e 29-28) – médios
Julianna Peña (EUA) finalizou Sara McMann (EUA) com um mata-leão aos 3:39 do 3º round – galos feminino
Marcin Prachnio (POL) venceu Khalil Rountree Jr. (EUA) na decisão unânime dos jurados (29-28, 29-28 e 29-28) – meio-pesados
Movsar Evloev (RUS) venceu Nik Lentz (EUA) na decisão dividida dos jurados (28-29, 29-28 e 29-28) – peso casado
Amir Albazi (SUE) venceu Zhalgas Zhumagulov (CAZ) na decisão unânime dos jurados (29-28, 29-28 e 29-28) – moscas