<
>

Bellator: atual campeã do peso-mosca, Juliana Velasquez mantém humildade para seguir com o cinturão

play
Futuro do MMA? 'Deus da Guerra' viraliza após chutaço na cabeça de rival e ganha contrato de Anthony Pettis (0:20)

Via @memnonwarrior | O vídeo de Emanuel Pugh, o 'God of War', foi tão compartilhado nas redes sociais que acabou chegando ao conhecimento de Anthony 'Showtime' Pettis, que decidiu oferecer um contrato de 5 anos ao lutador (0:20)

Se a antiga geração do Brasil marcou época no UFC, agora, os representantes da atual, praticamente, dominam o Bellator. Das nove categorias que a organização possui, cinco são lideradas pelos atletas do país e Juliana Velasquez é a mais nova profissional a alcançar a glória pela companhia.

No dia 10 de dezembro, a carioca superou Ilima-Lei Macfarlane por decisão unânime, acabou com a invencibilidade da adversária, faturou o cinturão do peso-mosca (57 kg) e, consequentemente, se tornou a segunda profissional a ter esse título na história da empresa. Contudo, se engana quem pensa que o sucesso subiu à cabeça da mais recente número um da instituição.

Em entrevista exclusiva à reportagem da Ag Fight, Juliana mostrou que segue com os pés no chão após obter a vitória mais importante de sua carreira. A campeã do peso-mosca do Bellator comemorou a conquista e prometeu treinar ainda mais para ter um longo reinado na organização, já que virou alvo das demais competidoras.

Invicta no MMA, a carioca revelou que sempre exigiu muito de si e não escondeu a empolgação quanto ao seu futuro no esporte. Inclusive, Juliana destacou que seu atual objetivo na modalidade é continuar surpreendendo, assim como na temporada passada.