<
>

UFC: Wanderlei Silva ironiza 'sumiço' de Vitor Belfort, chama rival de 'b**** mole' e dispara: 'Se for para lutar, vai ser para te bater na cara'

Apesar de não lutar desde 2018, Wanderlei Silva não cogita se aposentar oficialmente do MMA. Uma das grandes lutas que chamam a atenção do ‘Cachorro Louco’ ainda é a oportunidade de fazer uma revanche diante de Vitor Belfort. Mas de acordo com o ex-campeão do extinto Pride, parece que seu compatriota, apesar das provocações nas redes sociais, tem evitado assinar o contrato para o duelo.

Em entrevista exclusiva à reportagem da Ag. Fight, Wanderlei Silva afirmou que pediria dispensa do seu contrato com o Bellator para assinar com o ‘ONE Championship’, liga que tem vínculo Belfort atualmente, para possibilitar o acerto da luta. No entanto, assim que revelou suas intenções e que poderia negociar o embate, o ‘Cachorro Louco’ teria parado de receber informações da franquia asiática.

“Eu tinha um manager do ONE falando comigo e eu disse que ia pedir a dispensa do meu contrato com o Bellator e faria essa luta no ONE. Faço no evento dele, na regra dele, faz o exame antidoping dele. Pode tomar o que quiser. Não estou dizendo que toma, mas poderia tomar o que quisesse. Misteriosamente meu telefone não tocou mais. O cara agora apareceu desafiando o (Chael) Sonnen. Mostra que ele é um baita bunda mole. Se não vai fazer a luta, pare de me encher o saco, senão vai dar besteira. Rico eu já estou, não preciso de dinheiro. Se for para lutar, vai ser para te bater na cara”, provocou.

Outro motivo da bronca de ‘Wand’ teria sido a atitude de Belfort, que recentemente divulgou nas suas redes sociais um vídeo do duelo em que nocauteou o curitibano, há 22 anos, em evento do UFC. De acordo com Silva, o carioca usa de tais artimanhas para chamar a atenção, mas sem a real intenção de lhe dar uma revanche.

“Ele postar uma luta de 22 anos atrás tem que ser muito ordinário. Depois disso o Wanderlei Silva virou o Wanderlei Silva. Ele sabe disso e tem medo de mim. Por isso não quer fazer essa luta. Estou treinando, a hora que quiser, poder vir. Tenho um jardim grande em casa, pode fazer até aqui. Por mim já foi aceito (o desafio). Não vou me esconder atrás de bolsa e pedir uma exorbitante. Chegou ao ponto do (ONE) falar: ‘Quanto’ (eu queria receber para essa luta)? Eu disse que o mesmo que ele, que está ótimo. Não me responderam. Comprova que ele é um baita frouxo”, disparou.

No MMA profissional desde 1996, Wanderlei Silva tem um currículo de 34 vitórias, 15 derrotas e um empate em sua carreira. O brasileiro alcançou um destaque mundial em 2001, quando faturou o cinturão do peso-médio do Pride, ao derrotar Kazushi Sakuraba. Outros momentos marcantes da carreira do lutador aconteceram em 2003 e 2004, quando derrotou ‘Rampage’ Jackson em duelos pelo título da divisão em que reinava.