<
>

UFC: Brandon Moreno promete não respeitar Deiveson Figueiredo no octógono

Se antes o peso-mosca (57 kg) era uma divisão sobre a qual os fãs e até mesmo o UFC não se importavam muito, agora, tudo parece ter mudado. Na edição de número 255, evento realizado no dia 21 de novembro, Brandon Moreno se destacou ao nocautear Brandon Royval no primeiro round enquanto, na mesma atração, o campeão Deiveson Figueiredo defendeu seu título ao finalizar Alex Perez, também dentro dos primeiros cinco minutos. Sendo assim, a organização não teve dúvida e oficializou o encontro entre os vencedores como luta principal do UFC 256, 21 dias depois.

Com a atenção da comunidade do MMA voltada para a classe de peso, Moreno sabe que mudou de patamar com a boa atuação em seu último embate, porém não está iludido com o recente sucesso. Pelo contrário, o mexicano mostrou pés no chão ao analisar o grande teste de sua carreira.

Em entrevista ao podcast ‘Hablemos MMA’, o desafiante ao cinturão dos moscas elogiou Deiveson Figueiredo e admitiu que o brasileiro é um atleta complicado de se ter como adversário, mas adiantou que não vai respeitá-lo no octógono.

“Ele é um rival muito difícil, muito difícil. Sabia o tempo todo, desde que o desafiei, que é um lutador de outro planeta no sentido de ser muito poderoso e grande para essa categoria. Ele tem bom condicionamento e é explosivo. Alex Perez fez o que pôde e estava indo bem até ser finalizado. Espero que essa seja uma luta difícil, mas sei no que estou me metendo, o que vem pela frente. Sei o quão grande é ser campeão do UFC. Deiveson não é campeão à toa, mas prometo a você que não tenho medo e que não irei respeitá-lo de forma alguma”, pontuou Moreno.

O mexicano também aproveitou para esclarecer que nunca provocou o brasileiro, como o mesmo informou anteriormente. No entanto, apesar de enaltecer a postura do campeão por aceitar o combate sem ter o devido tempo de preparação, acredita que possui o que é necessário para destroná-lo.

“Ele está dizendo que é pessoal e que eu falei algo, mas a verdade é que o respeito muito. Eu o respeito por ser o campeão e por aceitar uma luta com apenas três semanas de treino. Isso diz muito sobre sua coragem, sua vontade de lutar e continuar provando que é o melhor. Ele disse que, em algum momento, quer subir para o peso-galo (61 kg), mas agora está lutando contra o número um do peso-mosca e respeito isso. Sou mais técnico, tenho mais ferramentas e sou muito mais rápido. Sei que ele pode surpreender e tem muitas ferramentas como bons cotovelos e bons chutes, mas tenho muito mais velocidade do que ele e isso será minha vantagem”, finalizou.

Atualmente, Brandon Moreno, de 26 anos, vive ótima fase. O mexicano se encontra na primeira posição no ranking do peso-mosca, abaixo apenas do campeão, e está invicto desde que voltou ao UFC, com três vitórias e um empate.